Produtores rurais fecham negócios na plataforma Mercado CNA

Sistema de comércio eletrônico foi lançado em 2020

Os negócios entre produtores rurais e compradores seguem a todo vapor na plataforma de comercialização eletrônica Mercado CNA. Desde o seu lançamento, em 2020, o sistema tem possibilitado a venda, compra e transporte de mais de 180 produtos agropecuários de diversas regiões do país.

“É uma iniciativa que conecta produtores com intenção de vender e buscar interessados na compra, desde a pessoa física até a indústria. Tem como vantagem ser um serviço gratuito, disponível 24 horas por dia, com equipe de suporte para responder dúvidas”, afirmou a assessora técnica da CNA, Marina Zimmermann.

Anúncio

A plataforma tem um sistema integrado para agilizar a localização de compradores e vendedores e os produtores rurais também podem criar a própria página dentro do portal para anunciar seus produtos.

Anúncio

Até o momento, o Mercado CNA conta com mais de 1.270 produtores cadastrados de 574 municípios brasileiros, cerca de 1.150 compradores, 856 anúncios e 1.408 produtos à venda. Já foram recebidas 2.655 notificações de compra e venda pela plataforma.

Alguns produtos anunciados são das categorias de frutas frescas, verduras e hortaliças, legumes, produtos apícolas ou meliponícolas e cereais, fibras e oleaginosas. Ao todo, são 20 categorias de produtos agropecuários.

A Cooperativa Agroindustrial do Espírito Santo (Agrocoop) é compradora e faz uso frequente da plataforma. O presidente Wellington Luiz Pompermayer destacou que além de ser fácil de usar, ela tem ajudado a fechar negócios e fazer contatos. “Recomendamos o uso dessa importante ferramenta que a CNA disponibiliza para o setor agro”.

A empresa Açaí Motion International Trade S/A se cadastrou como produtora para vender açaí, café torrado, cápsulas de café. O representante Rafael Aun Ming informou que desde que conheceu o Mercado CNA visualizou a possibilidade de desenvolver ainda mais o mercado de consumidores dos produtos, que são únicos e diferenciados.

“Agora com mais esta alternativa, acreditamos que nos aproximamos de um público ainda maior e que deseja ter os melhores produtos, com a facilidade de receber onde desejar, em todo Brasil. Parabéns aos criadores desta plataforma e mecanismo de aproximar o público dos fornecedores parceiros do CNA”, disse.

O responsável pela empresa de produtos veganos Evolveg, Francisco Tadeu Moreira, entrou no Mercado CNA em busca de fornecedores de produtos orgânicos (frutas, verduras e hortaliças).

“Gostei bastante da plataforma e achei super legal a ideia. É de uma imensa ajuda para quem está começando nesse mercado e não sabe como funciona e a plataforma ajuda bastante a encontrar contatos de fornecedores. Ainda estou conhecendo, mas pelo pouco que utilizei já curti bastante. Muito boa a iniciativa”.

José Ricardo de Faria Monteiro, da MV & Co. Brasil Importação e Exportação Eireli, empresa especializada em plantio e distribuição de produtos para o comércio exterior e nacional, informou que fez uma venda 350 quilos de arroz utilizando a plataforma Mercado CNA.

“A negociação foi bastante agilizada pelo atendimento da plataforma e gostei muito do fluxo de clientes interessados em meus produtos, super recomendo aos produtores”.

Já a representante da Fazenda Santa Bárbara, William Gomes anunciou a venda de café arábica no site. “A plataforma é uma excelente forma de ampliar os negócios e a rede de contato e auxilia muito os pequenos produtores, gerando novas oportunidades. Sempre me auxiliam no que preciso com muita vontade de ajudar”.

Fonte: CNA

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Feira de Agronegócios Cooabriel 2024 acontecerá em julho

O evento é considerado o maior do agro no estado do Espírito Santo ...

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

Foto: Humberto Franco O Zarc delimita regiões e épocas de cultivo em classes ...

Senar-ES quer fortalecer o agro em Santa Leopoldina

Contribuir para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável no Espírito Santo ...

Ales vai promover sessão em homenagem às mulheres cooperativistas

Foto: Freepik Reunião acontece na próxima semana. Pauta foi proposta pela Comissão Permanente ...

Brasil produziu quase 900 mil toneladas de peixes de cultivo

A piscicultura venceu adversidades e cresceu 3,1% Em 2023 O Brasil produziu 887.029 ...