Projeto de pesquisa de baleia jubarte segue protocolo de segurança

Vinte e duas baleias jubarte foram vistas no litoral capixaba nos dias 13 e 14 de junho, entre as regiões costeiras e oceânicas de Vitória e Aracruz, no norte do Espírito Santo

Um protocolo de segurança vai garantir que pesquisadores tenham toda segurança na atividade náutica e na sede do Projeto Baleia Jubarte, que permite a observação desse mamífero em águas capixabas.

“As normas de segurança sanitária foram validadas pela equipe da Vigilância Sanitária de Vitória e pela Anvisa”, contou o oceanógrafo da Semmam Paulo Rodrigues.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Ademir Barbosa Filho, isso vai permitir dar continuidade ao projeto de monitoramento das baleias jubarte, em cooperação com a Prefeitura de Vitoria.

Seguindo as recomendações, o projeto vem monitorando a chegada dos mamíferos na costa da capital na temporada de reprodução 2020.

OBSERVAÇÃO – Paulo Rodrigues contou que foram avistadas 22 baleias jubarte no litoral capixaba nos dias 13 e 14 de junho, entre as regiões costeiras e oceânicas de Vitória e Aracruz, no norte do Espírito Santo.

Os registros foram feitos durante o primeiro cruzeiro de observação de cetáceos por pesquisadores do Projeto Baleia Jubarte, que faz um trabalho de monitoramento, pesquisa, atividades socioeducativas e conservação de baleias e golfinhos, bem como dos oceanos em que vivem.

“Navegamos, aproximadamente, 180 milhas e avistamos 14 grupos de baleias, um total de 22 animais, com comportamento, principalmente, de navegação rumo a Abrolhos, no norte do Espírito Santo e extremo sul da Bahia, que é o maior sítio reprodutivo dessa espécie. A maioria delas estava bem afastada da costa, como esperado para o início da temporada”, ressaltou Paulo Rodrigues.

Além de registrar a chegada das baleias, Paulo conta que a observação teve o objetivo de desenvolver e testar os protocolos sanitários de transporte náutico, de embarque e de observação de pesquisa na pandemia coronavírus.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL – Cerca de 27 mil pessoas por ano visitam o Espaço Baleia Jubarte de Educação Ambiental, na Praça do Papa. Neste momento, o local está fechado por causa da pandemia, e o próximo passo será elaborar um protocolo de segurança para a visitação no período pós-coronavírus, que também será base para os parques municipais.

“Os embarques do projeto serão importantes para subsidiar com informações e creditar as medidas de segurança e prevenção adotadas na pesquisa neste momento, e que poderão ser utilizadas no período pós-pandemia”, disse Paulo.

Segundo o oceanógrafo, apesar dos primeiros avistamentos terem sido realizados na Região Sudeste desde o fim de maio, somente agora foi encontrado um maior número de baleias, o que possibilita o desenvolvimento da pesquisa, bem como o registro da abertura da temporada de baleias 2020 na costa capixaba e planejamento da possibilidade de sua observação no Brasil nos próximos meses. 

PROJETO – O Projeto Baleia Jubarte atua há mais de 30 anos na pesquisa e conservação das baleias jubarte e do ambiente marinho no Brasil, patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.  Integra a Rede BIOMAR, assim como o Tamar.

Ele é realizado pelo Instituto Baleia Jubarte a partir das suas sedes em Vitória, no Espírito Santo, e na Praia do Forte e Caravelas, na Bahia. São realizadas ações de pesquisa científica e educação ambiental, turismo responsável, bem como atividades de conservação que têm contribuído para o sucesso da recuperação da população de jubartes do atlântico sul ocidental.

Outras informações no site do projeto: www.baleiajubarte.org.br .

Fonte: PMV

Últimas notícias

Carga de tomates se espalha na BR-262 em acidente com carreta

Uma carreta Volvo, com carroceria baú-frigorífico, transportando centenas de embalagens de tomate destinado ...

Doença em plantações de milho preocupa e é monitorada pelo Ministério da Agricultura

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está trabalhando no mapeamento da ...

Desmatamento, pesca predatória e apreensões em três municípios capixabas

Militares da 2ª CIA do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreenderam 400 ...

Carlão da OCB é eleito presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae ES

O superintendente do Sistema OCB/ES, Carlos André Santos de Oliveira, foi eleito, na ...

OCB alerta instituições para atuação frente a mudanças no mundo e melhora do modelo político no Brasil

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, diante das mudanças que ...