Raça Girolando ganha vitrine tecnológica em 2022

Uma vitrine tecnológica da raça Girolando está sendo erguida em Uberaba (MG), na fazenda modelo da Faculdades Associadas de Uberaba (FAZU), para possibilitar aos produtores rurais mais acesso às inovações da pecuária leiteira. A iniciativa é resultado da cooperação técnica, que está sendo intensificada em 2022, entre a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e a instituição de ensino.

“Esta parceria tem como objetivo estabelecer um relacionamento contínuo entre faculdade e a associação, para levar diversos benefícios aos criadores, estudantes e técnicos. Será um ‘laboratório a céu aberto’ em uma das instituições de ensino mais tradicionais do país. A FAZU vem formando profissionais em várias áreas, principalmente no agronegócio, que estão atuando não só no Brasil, mas também em outros países da América Latina”, destaca o presidente da Girolando, Odilon de Rezende Barbosa Filho.

Anúncio

A proposta é ter na vitrine da FAZU somente animais Puro Sintético e de composição racial 5/8. Para ampliação do rebanho, a associação doou 20 doses de sêmen de touros participantes do Teste de Progênie. Esse material genético será utilizado para inseminar as fêmeas do plantel da FAZU, hoje composto por 17 vacas em lactação que produzem 200 litros de leite/dia. “Todos os acasalamentos serão orientados por um técnico da Associação, focando a produção de animais dentro do padrão da raça e com bom desempenho zootécnico”, informa o superintendente técnico da Girolando, Leandro Paiva.

Anúncio

No final do ano passado, a equipe da associação esteve na fazenda modelo da FAZU para avaliar os animais com o objetivo de selecionar aqueles dentro do padrão racial para recebimento do registro genealógico. Uma nova avaliação acontecerá neste mês de fevereiro.

De acordo com a coordenadora de Projetos da FAZU, Lívia Magalhães, a parceria ainda prevê o desenvolvimento de pesquisas com a raça, capacitação da equipe técnica da associação e um programa de estágio contínuo para atuação dos estudantes nas rotinas técnicas da associação.

“Encontros técnicos sobre temas relacionados à pecuária leiteira também serão realizados. Com o trabalho conjunto das duas entidades esperamos aperfeiçoar a vitrine tecnológica para que os produtores rurais possam conhecer como a raça pode ser utilizada dentro de um sistema de produção a pasto, o que permite uma produção de leite sustentável e com rentabilidade”, destaca a coordenadora de Projetos da FAZU.

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Consumo de café solúvel cresce 5,3% no trimestre

Setor vem em expansão desde 2016; avanço reflete investimentos em qualidade, diversidade, formação ...

ES+Café irá promover imersão no universo da cafeicultura capixaba

A Feira ES+Café irá promover uma verdadeira imersão no universo da cafeicultura capixaba ...

Projeto entrega novas barracas a feirantes de Vitória

Foto: Marcos Salles Entrega das novas barracas das Feiras Livre Os feirantes que ...

Como plantar mais café em espaço reduzido?

O pesquisador do Incaper, Paulo Sérgio Volpi, destacou que o jardim clonal superadensado ...

Parceria estratégica do Sistema OCB busca fortalecer cadeia de lácteos

Foto: Reprodução / Sistema OCB Unidade nacional se reuniu com Conselho dos Exportadores ...