Rally da Safra 2024 vai de janeiro a julho e vai avaliar produção de soja e milho

Fotos: Rally Safra

O Rally da Safra 2024, projeto coordenado pela Agroconsult e que é realizado entre janeiro e julho, promete realizar o levantamento dos polos produtivos de soja e milho e avaliar as condições de desenvolvimento e colheita dessas culturas. As análises representam o ponto de partida para determinar a produtividade anual da safra.

Anúncio

“Estamos muito animados a ir a campo e vivenciar a realidade dos agricultores brasileiros, tanto avaliando as condições de plantio como suas expectativas e identificando desafios e oportunidades para 2024”, informou o diretor de Marketing da Biotrop, Rogério Rangel, empresa líder em soluções biológicas para agricultura e pecuária no Brasil e patrocinadora oficial do Rally da Safra.

Anúncio

A equipe da Biotrop acompanhará todas as etapas do Rally da Safra, contribuindo com a avaliação das propriedades de forma qualitativa e quantitativa, a partir da colheita de amostras analisadas por metodologia de contagem, pesagem e medição de umidade dos grãos, além de testes de identificação de transgenia e medição de cobertura de solo. 

“A observação das lavouras é fundamental para colocar à disposição dos agricultores soluções biológicas para os possíveis desafios ao longo do ano, seja em termos de ocorrência de pragas e doenças, variações extremas de temperaturas ou outros fenômenos naturais”, acrescenta Rogério Rangel.

Realizado há mais de duas décadas, o projeto apoia quem está na ponta da cadeia e vive na prática o cultivo: os produtores rurais. Por isso, além de entender suas necessidades, e leva conteúdo técnico e atualizado em conversas e palestras com assuntos relacionados às condições de mercado de soja e milho, crédito e seguro agrícola, tecnologias, infraestrutura, investimentos, comercialização, custos e estimativas de safra.

“Estamos juntos nesse compromisso de levar conhecimento aos agricultores, o que, aliás, faz parte da nossa missão, contribuindo para transformar a agricultura brasileira e proporcionar benefícios para o planeta”, conclui o diretor de Marketing da Biotrop.

A empresa é baseada na pesquisa e na ciência, que oferece uma extensa linha de produtos biológicos, compostos por micro-organismos que suportam condições adversas e auxiliam a superar problemas recorrentes nas lavouras, como estresse hídrico e proliferação de pragas. Rangel ressalta que o uso de bioinsumos é uma realidade na agricultura brasileira. “Os produtores rurais adotam, cada vez mais, biológicos porque reconhecem os benefícios para o cultivo, o ambiente e as pessoas”, afirmou.

Fonte: Texto Comunicação

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Consumo de café solúvel cresce 5,3% no trimestre

Setor vem em expansão desde 2016; avanço reflete investimentos em qualidade, diversidade, formação ...

ES+Café irá promover imersão no universo da cafeicultura capixaba

A Feira ES+Café irá promover uma verdadeira imersão no universo da cafeicultura capixaba ...

Projeto entrega novas barracas a feirantes de Vitória

Foto: Marcos Salles Entrega das novas barracas das Feiras Livre Os feirantes que ...

Como plantar mais café em espaço reduzido?

O pesquisador do Incaper, Paulo Sérgio Volpi, destacou que o jardim clonal superadensado ...

Parceria estratégica do Sistema OCB busca fortalecer cadeia de lácteos

Foto: Reprodução / Sistema OCB Unidade nacional se reuniu com Conselho dos Exportadores ...