Secretaria da Agricultura realiza oficina técnica para aumentar produtividade de banana no Estado

Com 397 mil toneladas colhidas no último ano, o Espírito Santo é o sétimo maior produtor de banana do país. Para potencializar ainda mais o setor e aumentar a produtividade, uma oficina técnica foi realizada, ontem (07), em Alfredo Chaves, como parte do cronograma de elaboração do Plano de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba (Pedeag 4).

O objetivo do encontro foi identificar os problemas e as potencialidades da produção de banana no Estado para propor ideias de desenvolvimento para os próximos dez anos. As diretrizes farão parte do Pedeag 4, que está sendo coordenado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).

Anúncio

O Pedeag visa ser um referencial para o desenvolvimento das principais cadeias produtivas da agricultura, pesca e pecuária, de modo a integrar programas, projetos e ações entre os setores público, privado e não governamental.

Anúncio

A oficina técnica desta segunda-feira (07), realizada na Secretaria Municipal de Educação de Alfredo Chaves, contou com a participação de especialistas no cultivo e produtores de banana da região, além da equipe da Seag e do secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

“A produção de banana é uma importante atividade econômica e social no Espírito Santo, gerando renda e emprego em diversas regiões. Somente em 2022, o valor da produção no Estado foi de R$ 686 milhões, aumentando o acesso no mercado internacional. Sabemos que essa cadeia produtiva tem potencial para crescer ainda mais, principalmente em produtividade. Por isso, o intuito do Governo do Estado é dialogar e ouvir as necessidades do setor para propiciar o desenvolvimento com inovação tecnológica e sustentabilidade”, destacou Enio Bergoli.

A área de produção de banana vem crescendo no Espírito Santo. O Estado saltou de 22.330 hectares de área colhida em 2014 para 28.597 hectares em 2022. A produtividade, no entanto, se manteve em média semelhante, variando de 13,2 mil toneladas por hectare para 13,9. Já a exportação da fruta rendeu aos produtores do Estado 729,6 mil dólares em 2022, com a venda de banana, principalmente para Uruguai e Argentina.

PEDEAG – Para o desenvolvimento do Pedeag 4 (2023/2032), estão sendo realizados seminários temáticos para a discussão com o público, visando a estabelecer as metas e as prioridades para a Gestão do Governo do Estado, incorporando temas transversais contemporâneos, como a sustentabilidade por meio do ESG (do inglês, sustentabilidade ambiental, social e governança corporativa). A metodologia proposta para a construção do plano está dividida em três etapas: investigação de cenário, definição de estratégia e estruturação do ambiente.

ENCONTROS – Os encontros para a colaboração na elaboração do Pedeag 4 vão até o dia 18 de agosto. Ao todo, serão 40 encontros, entre oficinas e reuniões técnicas, abrangendo as cadeias produtivas de maior representatividade para o Estado. Os encontros técnicos contam com metodologias participativas para discutir e propor ações que serão inseridas no Pedeag 4. O intuito é planejar ações e iniciativas que buscam alavancar o setor com políticas que promovam o desenvolvimento sustentável e tecnológico da agropecuária capixaba.

São discutidos temas transversais, como agricultura familiar, mudanças climáticas, crédito rural, mulheres no agro, logística, sucessão familiar e comunicação no agro. As oficinas ocorrem em diferentes municípios do Espírito Santo, valorizando a participação das lideranças do agro capixaba e almejando ampliar os horizontes, por meio do conceito de inovabilidade. Também é possível participar da construção do plano de forma on-line, acessando o site da Seag (www.seag.es.gov.br) e clicando no banner do Pedeag 4.

Fonte: Seag

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Festival gastronômico celebra cultura capixaba com o Fest Torta em Vitória

Neste sábado (20) e domingo (21), no bairro Jesus de Nazareth, em Vitória, ...

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Foto: Hélio Filho/Secom Em um passo histórico rumo à sustentabilidade, o Espírito Santo ...

Valor bruto da produção ultrapassa R$ 1,14 trilhão em março

Soja, milho, Cana-de-açúcar, café e laranja foram responsáveis por 52% do valor total ...

Nater Coop premia startups em Programa de Inovação Aberta

Foto: Bruno Faustino Ao longo de 2023, a cooperativa impulsionou a inovação lançando ...

ES firma acordo para ampliar alcance de frutas e especiarias capixabas no mercado internacional

As frutas e especiarias produzidas no Espírito Santo ganharão ainda mais reconhecimento internacional, ...