Senar-ES forma turmas de Agronegócio em Rio Bananal

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (SENAR-ES) formou 72 pessoas do curso técnico em agronegócio do Polo presencial de Rio Bananal, no Norte do Estado. Os formandos são das turmas de 2018/1, 2019/1, 2020/1 e 2021/1. Ao todo, 41 formandos participaram do evento no dia 23 de setembro, no Cerimonial Recanto da Mata, em Rio Bananal.

“Por conta da pandemia de Covid-19, que começou em 2020, os formandos não puderam se reunir para celebrar a tão esperada formatura. O curso que previa aulas práticas presenciais, precisou ser adaptado e a metodologia 100% online foi adotada. Durante dois anos de curso a turma de 2020, por exemplo, só se encontrou virtualmente. Portanto, é com muita alegria que nos reunimos agora para celebrarmos a conclusão desta importante etapa da vida dos nossos Técnicos”, esclarece a coordenadora pedagógica do SENAR, Tiara Ceruti.

Anúncio

O presidente do Sindicato Rural Patronal de Rio Bananal, Eristeu Giubert Júnior, destacou a importância do polo para o município e região. “Temos aqui formandos não só de Rio Bananal, mas de várias cidades do Estado, muitos deles produtores e filhos de produtores rurais. São novos profissionais que vão trabalhar a gestão das propriedades e melhorar a produção local”, afirma.

Anúncio

O curso tem duração de 2 anos e conta com 80% das aulas online e 20% presencial aos sábados, além de ser inteiramente gratuito. Após a formação, o profissional pode atuar em empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, serviços de assistência técnica, extensão rural e pesquisa. O polo de Rio Bananal foi inaugurado em 2017, já os outros polos do Estado que ficam nos municípios de Cachoeiro de Itapemirim e Domingos Martins inauguram em 2020.

A mesa de honra foi formada pelo diretor técnico, administrativo e financeiro do SENAR-ES, Fabrício Gobbo, presidente do Sindicato Rural Patronal de Rio Bananal, Eristeu Giubert Júnior, vice-presidente do Sindicato Rural Patronal de Rio Bananal, Tiago Tamanhoni, presidente da Câmara Municipal de Rio Bananal, Judaci Geraldo Dalcumune Bolsoni, coordenadora pedagógica do SENAR-ES, Tiara Ceruti, representante do Sicoob, Elizandra Aparecida Faria e pelo professor e pedagogo Luiz Gustavo Luz. Também estiveram presentes no evento representantes das equipes de Tutoria Presencial e Administrativa da formação técnica do SENAR.

CASAMENTO – Os formandos Ester Chagas de Angeli e Braine Mutz Cazelli são da turma de 2021. Segundo eles, por conta da pandemia apenas os últimos 6 meses de curso foram presenciais. O casal de produtores rurais é de Vila Valério e se casaram durante o curso.

“Nós já morávamos juntos e nos casamos ano passado, no meio do curso. Durante esse processo, um incentivou o outro, houve muita parceria, o que foi muito importante porque não foi fácil trabalhar na roça e estudar, mas graças a Deus conseguimos concluir e hoje comemoramos essa importante etapa de nossas vidas”, afirma Ester.

VIAGEM – O formando André Nunes Borges, da turma de 2018, é produtor rural no interior de Nova Venécia, e precisou enfrentar mais de cinco horas de viagem, com vários trechos de estradas de chão, para estudar em Rio Bananal.

“Esse vai e vem pra cá foi muito complicado, como moro na roça, enfrento muita estrada de chão, o que torna a viagem mais demorada. Algumas vezes precisei dormir na casa de parentes para conseguir chegar a tempo para as aulas, mas consegui concluir o curso. Eu produzo café, pimenta e crio gado leiteiro, e estou começando um pequeno plantio de cacau também, então o curso serviu de base técnica para alavancar minha produção”, ressalta.

INCENTIVO – A formanda da turma de 2020, Adeilza da Silva Barbosa Schuambach, que mora em Linhares, afirma que começou o curso presencial, mas concluiu por meio do método a distância, mas apesar das dificuldades por conta da pandemia, ela incentivou mais pessoas da família a fazerem o curso também.

“Eu sou de família rural, nós produzimos pimenta, então o curso foi muito bom para auxiliar nos trabalhos. Agora vou trazer mais pessoas da família, meu filho e marido também vão fazer o curso e, se Deus quiser, vão se formar e a gente vai vir aqui comemorar junto”, afirma.

CONHEÇA O CURSO – O curso técnico em Agronegócio é voltado para pessoas que tenham concluído o ensino médio, busca formar técnicos de nível médio na gestão do agronegócio que serão habilitados para atuar nos diferentes segmentos e cadeias produtivas da agropecuária brasileira e é totalmente gratuito. Para ingressar é necessário participar de um Processo Seletivo com regras definidas por meio de edital.

Eixo Tecnológico (SETEC/MEC): Recursos Naturais
Nome do Curso: Curso Técnico de Nível Médio em Agronegócio
Habilitação Profissional: Técnico em Agronegócio
Nível de Ensino: Técnico de Nível Médio
Modalidade de Ensino: A distância (80% online e 20% presencial)
Carga Horária Total: 1.200 horas
Duração do Curso: 4 semestres

Além do curso Técnico em Agronegócio, a Regional Espírito Santo oferta também os cursos Técnicos em Fruticultura e em Zootecnia. Saiba mais em: http://etec.senar.org.br/

Fonte: Senar-ES

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Feira de Agronegócios Cooabriel 2024 acontecerá em julho

O evento é considerado o maior do agro no estado do Espírito Santo ...

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

Foto: Humberto Franco O Zarc delimita regiões e épocas de cultivo em classes ...

Senar-ES quer fortalecer o agro em Santa Leopoldina

Contribuir para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável no Espírito Santo ...

Ales vai promover sessão em homenagem às mulheres cooperativistas

Foto: Freepik Reunião acontece na próxima semana. Pauta foi proposta pela Comissão Permanente ...

Brasil produziu quase 900 mil toneladas de peixes de cultivo

A piscicultura venceu adversidades e cresceu 3,1% Em 2023 O Brasil produziu 887.029 ...