Será que vai chover no Natal? Veja a previsão para a semana natalina

O Natal está chegando. E muitas pessoas perguntam como vai ficar o tempo no fim de semana do Natal, entre o dia 24 de dezembro e o domingo (26). De acordo com o Climatempo, nas vésperas do fim de semana do Natal de 2021, uma baixa pressão atmosférica se organiza e se intensifica na costa da Região Sudeste. Embora este sistema se afaste rapidamente para alto mar, vai ajudar a formar áreas de instabilidade sobre o interior do Sudeste.

A circulação dos ventos sobre o Brasil, em vários níveis de altitude, vai formar novamente um corredor de umidade que levará chuva volumosa outra vez para áreas da Bahia, do Espírito Santo e de Minas Gerais. Apesar desta organização, não se pode dizer que será um novo evento de ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul).

Outras áreas de instabilidade crescem sobre o Norte e Centro-Oeste por causa da grande disponibilidade de ar quente e úmido no interior do Brasil e da atuação da Alta da Bolívia. Confira abaixo a tendência do tempo para o fim de semana do Natal, para cada região do Brasil.

ALERTA – Uma baixa pressão atmosférica vai ajudar a formar nuvens bastante carregadas na região entre as capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A sugestão é que todos fiquem atentos porque a chuva deve ser volumosa na quinta-feira (23), podendo causar vários transtornos.

Neste dia, o alerta é para muita chuva no litoral de São Paulo, no litoral sul do Rio de Janeiro (região de Angra dos Reis) e também para o Grande Rio.

Região Sudeste

O Natal será com tempo instável e condições para chuva sobre quase toda a Região Sudeste. Nos dias 24 e 25 dezembro, todas as regiões do Rio de Janeiro, do Espírito Santo e de Minas Gerais terão chuva frequente e muitas nuvens. A situação é de atenção para chuva forte e volumosa, que pode causar alagamentos e outros transtornos para a população.

Há risco de chuva forte nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de Belo Horizonte e de Vitória. No dia 26 de dezembro, domingo, as áreas de instabilidade até enfraquecem, o que vai permitir períodos com sol de manhã e à tarde. Mas o risco de chuva permanece alto para a madrugada e novamente a partir do meio da tarde.

No estado de São Paulo, o dia 24 dezembro será com pancadas de chuva e predomínio de céu nublado no norte e centro-leste do estado, incluindo a região da Grande São Paulo, de Sorocaba, Campinas, o Vale do Paraíba, Ribeirão Preto e o litoral.  As demais regiões pelo interior terão sol e pouca chance de chuva.

No dia 25, os períodos com sol aumentam, mas as pancadas de chuva retornam por todo o estado à tarde e à noite. No dia 26 de dezembro, todo o estado de São Paulo terá muitas nuvens, pancadas de chuva e períodos com sol. Há risco de chuva moderada a forte.

Região Sul

O ar seco predomina sobre a Região Sul do Brasil e vai manter o tempo firme durante quase todo o período das festas de Natal. Entre os dias 24 e 26 de dezembro de 2021, a maioria das áreas do Sul do Brasil ficará com sol e algumas nuvens, mas sem chuva.

Na Grande Curitiba, no litoral do Paraná, no Vale do Itajaí e no litoral de Santa Catarina, incluindo a Grande Florianópolis, a véspera de Natal será com muitas nuvens e pode chuviscar ou chover fraco. Mas o sol predomina no dia 25 de dezembro. O tempo fica firme em Porto Alegre na véspera de Natal.

Durante a noite do dia 25 e no decorrer do dia 26, a nebulosidade aumenta e deve chover no litoral do RS, na Grande Porto Alegre e na região da serra gaúcha e catarinense, no leste de Santa Catarina e do Paraná. A mudança no tempo no dia 26 de dezembro também ocorre em Curitiba e em Florianópolis.

No dia 26 de dezembro, o sol aparece forte no interior dos estados do Sul e faz calor. Mas no leste dos estados, incluindo as três capitais, o litoral, e as serras gaúcha e catarinense, o tempo fica instável, com previsão de muitas nuvens e pancadas de chuva.

Região Centro-Oeste

O Natal começa com muitas nuvens e muitas pancadas de chuva por todo o Centro-Oeste do Brasil. No dia 24 de dezembro, a chance de chover é baixa só no sul de Mato Grosso do Sul e na divisa deste estado com São Paulo. A chuva mais frequente e forte deve cair sobre Goiás e sobre o Distrito Federal.

Na véspera de Natal, atenção para chuva forte em Goiânia e em Brasília. Em Cuiabá e em Campo Grande, as pancadas de chuva devem ser moderadas, mas também com risco de raios.

Nos dias 25 e 26 de dezembro de 2021, as áreas de instabilidade enfraquecem. Goiás, o Distrito Federal e o Mato Grosso terão maiores períodos com sol, mas as pancadas de chuva com raios retornam à tarde e à noite e podem ser fortes.

Já em Mato Grosso do Sul, o tempo seca bastante. Os dias 25 e 26 de dezembro serão com sol, calor e aumento de nebulosidade. Pancadas de chuva com raios podem ocorrer à tarde e à noite nas áreas próximas à Goiás e ao Mato Grosso. Campo Grande terá sol nos dois dias e com pouca chance de chuva.

Região Nordeste

Na véspera do Natal, o interior do Maranhão, o sul do Piauí e o oeste e o sul da Bahia terão muitas nuvens e várias pancadas de chuva com raios, que podem ser fortes. O restante do Nordeste tem um dia de sol, com chance de chuva passageira no litoral. Entre as capitais, a maior chance de chover na noite do dia 24 de dezembro, é em São Luís, em Natal e em João Pessoa, mas não será uma chuva problemática.

Durante o dia 25 de dezembro, áreas de instabilidade se espalham sobre o Nordeste do Brasil causando grande aumento da nebulosidade e das condições para chuva. Neste dia, o sol predomina no interior do Ceará, do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, de Alagoas e de Sergipe e no nordeste da Bahia, mas pode chover pelo litoral. Maranhão, Piauí, o oeste e o sul da Bahia terão várias pancadas de chuva no decorrer do dia e pode chover forte, inclusive nas capitais Teresina e São Luís.

Há possibilidade de chuva durante o dia 25 de dezembro nas capitais Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju e Salvador. No dia 26 de dezembro, o tempo fica instável no Nordeste, com muita nebulosidade, períodos com sol e pancadas de chuva, que ocorrem a qualquer hora. Há risco de chuva forte em vários locais da Bahia, do Maranhão e do Piauí.

Região Norte

Nuvens de chuva se formam sobre toda a Região Norte durante o fim de semana do Natal, por causa da grande disponibilidade de ar quente e úmido sobre a Região. Mas em geral, o tempo não fica chuvoso e o sol sempre aparece.

Nos dias 24, 25 e 26 de dezembro, quase todas as áreas da Região Norte terão períodos com sol e pancadas de chuva com raios, principalmente à tarde e à noite. Várias destas pancadas podem ser de forte intensidade.

No estado do Tocantins, o tempo vai ficar mais instável nos dias 24 e 25 de dezembro. Estes dias serão com predomínio de céu nublado, com chance de mormaço. Vai chover várias vezes e qualquer hora do dia e da noite. Há risco de temporal, inclusive na capital, Palmas. No dia 26, as áreas de instabilidade enfraquecem e o Tocantins terá períodos com sol e pancadas de chuva principalmente à tarde e à noite.

Nas capitais Belém, Manaus, Macapá, Boa Vista Rio Branco e Porto Velho, a véspera de Natal, e também os dias 25 e 26, serão com períodos de sol e pancadas de chuva, principalmente à tarde e à noite, com risco de chover com moderada a forte intensidade.

Fonte: Climatempo

Últimas notícias

Lançamento da Ruraltures será nesta quinta-feira (07) em Venda Nova do Imigrante

Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem O Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau promoverá, amanhã ...

Sistema Cantareira opera em estado de alerta

Os últimos dias acenderam um alerta para o nível dos reservatórios que abastecem ...

Jovens agricultores participam de curso sobre formação de lideranças

Um dos pilares da Coordenadora Latino-americana e do Caribe de Pequenos Produtores e ...

Revista Negócio Rural vence prêmio de jornalismo de Pernambuco

O cooperativismo conecta pessoas e também histórias. Que similaridade poderia haver entre as ...

Serenata Italiana será no próximo sábado (09) em Venda Nova do Imigrante

Relembrar os costumes dos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Venda Nova do ...