Sicoob dá dicas de como utilizar bem o dinheiro extra 

Educador financeiro esclarece como fazer um bom uso do valor nesse fim de ano 

Novembro chegou e, com ele, a expectativa de milhões de brasileiros que irão receber a primeira parcela do 13º salário, direito garantido para trabalhadores CLT em todo o país. No ano passado, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), estima-se que o benefício injetou mais de R$ 250 bilhões na economia brasileira. 

Mas, de acordo com Renato Costa, educador financeiro do Sicoob, a empolgação deve ficar de lado e a razão deve imperar nesse momento. O educador financeiro explica: muita gente, ao ver o dinheiro extra na conta, acaba se admirando e passa a gastar mais do que o necessário – ainda mais com períodos bastante sedutores para os consumidores, como Black Friday e Natal. 

Anúncio

“Obviamente que o desejo em gastar pelo menos pouquinho desse dinheiro, é até natural”, fala o especialista. “Mas é preciso se atentar a diversos fatores que podem ter grande impacto no orçamento familiar nos próximos meses”, explica. A principal dica é sempre fazer as contas, seja no papel, em uma planilha no computador ou até no smartphone. “Se tiver dívidas, o ideal é esse dinheiro para quitá-las”.  

Anúncio

Isso tem uma razão, um levantamento da LCA Consultores, a partir de dados do Banco Central, mostra que de dezembro de 2019 a julho de 2023, a inadimplência dos tomadores de crédito cresceu 60%, alcançando R$ 124 bilhões, já descontada a inflação. “A inadimplência é uma bola de neve. Se você não paga a dívida, ela começa a crescer e consumir cada vez mais a sua renda. Por isso, negociar pagamentos à vista pode auxiliar – e muito – a fugir dessa situação”, comenta Renato.  

Outra atenção especial tem relação com os famosos gastos de início de ano. IPVA, IPTU, material escolar para quem tem filhos…É preciso ficar atento com essas despesas que sempre surgem, mas são pouco planejadas. “Dá para guardar uma porcentagem do valor para já se programar. Inclusive com investimentos de curto prazo, que vão lhe dar alguma rentabilidade”, destaca.  

Mas, para quem não tem dívidas em atraso, o educador financeiro tem algumas dicas para o que 13º salário não seja desperdiçado esse ano. “Construir uma reserva financeira é o passo mais seguro. “No orçamento familiar, é extremamente necessário ter uma margem para imprevistos ou até para investir em um sonho, como abrir seu próprio negócio ou fazer uma viagem bacana”, afirma. 

Confira as principais dicas do educador financeiro: 

  1. Organize suas finanças e quite dívidas; 
  2. Separe uma parte para gastos previstos, como IPVA e IPTU; 
  3. Destine outra parte para gastos imprevistos; a famosa reserva financeira; 
  4. Invista o restante! 

Seja qual for seu caso, o Sicoob dispõe de diversas alternativas, entre produtos e orientações, para te auxiliar com o 13º salário. Entre eles estão as Clínicas Financeiras Virtuais, serviço gratuito em que qualquer pessoa pode obter orientações com especialistas para organizar suas finanças. Acesse aqui

Fonte: Sicoob

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

Capixaba é eleito o melhor criador e expositor na Megaleite 2024 na categoria CCG 1/2 Hol + 1/2 Gir

Encerrada a 19ª edição da Megaleite no último sábado (15), a Associação Brasileira ...

Equipamento promete secagem de cafés especiais em menos de 24 horas

Tecnologia desenvolvida pela Dryeration, foi testada e aprovada por produtores da Alta Mogiana ...

Bahia Farm Show 2024 bate novo recorde de público

A 18ª edição da Bahia Farm Show atinge um novo recorde de público. ...

Praga inexistente no Brasil é identificada em fruta que vinha dos Estados Unidos

Uma carga com 576 quilos de pêssegos importados dos Estados Unidos foi barrada ...

Salmonella gera impacto na avicultura e preocupa produtores

Foto: Envato O impacto das salmoneloses assusta os produtores pela sua contaminação. A ...