Sul lidera produção por regiões e já representa 31,1% da piscicultura brasileira

Nordeste supera Norte e torna-se a 2ª região mais produtiva. Centro-Oeste perde participação, enquanto o Sudeste avança, aponta levantamento da Associação Brasileira da Piscicultura.

A produção brasileira de peixes de cultivo deslocou-se ligeiramente em 2020. Levantamento da Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR) mostra consolidação do Sul como região mais importante: 31,1% do total (participava com 30,3% em 2019) e produção de 249.802 t.

O Nordeste superou o Norte e torna-se a 2ª região mais produtiva, com 18,7% do total (151.240): cresceu 0,5% em um ano. O Norte (3ª região mais importante) está praticamente empatado percentualmente (149.804 t), porém participava com 20% da produção em 2020.

Na sequência, vêm a região Sudeste, que ganhou 0,8% e representa 17,6% (140.772 t), e o Centro-Oeste, região de extremo potencial produtivo – já está ao lado dos grãos – e que certamente será um dos mais importantes propulsores da piscicultura no futuro. A produção do Centro-Oeste representa 13,9% do total nacional, com queda de 0,7% em relação a 2019.

Fonte: Texto Comunicação Corporativa

Últimas notícias

Tema da Semana Internacional do Café 2021 é “retomar, reencontrar, reconectar”

Depois de uma edição 100% digital histórica em 2020, a Semana Internacional do ...

Especialistas irão falar sobre a onda de títulos verdes no Brasil

A nova onda de títulos verdes que se espalha pelo setor do agro ...

Programa de treinamento para mulheres em café é lançado no Espírito Santo

Começou, na última terça-feira (19), o primeiro curso do Programa de Treinamento em ...

Aberta consulta pública para melhorias dos requisitos de identidade e qualidade do presunto

As alterações propostas são aplicáveis ao presunto produzido em estabelecimento com SIF, buscam ...