Temporal com granizo destrói plantações agrícolas no Espírito Santo

Julio Huber

Um forte temporal que atingiu diversas regiões do Espírito Santo na noite de ontem (31), causou destruição em lavouras agrícolas, devastou florestas, deixou cidades sem energia – com a queda de muitos postes – e interditou estradas e rodovias.

Na Região Serrana do Estado, o município de Marechal Floriano foi um dos mais afetados pelo vendaval, forte chuva e queda de granizo. O extensionista do Instituto Capixaba de Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Ubaldino Saraiva, estava visitando algumas propriedades, na manhã desta quinta-feira, e relatou cenas de destruição de lavouras.

“Algumas propriedades tiveram perdas de 80%, principalmente no setor de olericultura. Em localidades como Costa Pereira, onde choveu forte, com queda de granizo e vendaval, a destruição foi muito grande. É muito triste ver o estado que ficaram as lavouras, além das estradas que estão interditadas e comunidades sem energia”, contou.

Florestas foram destruídas com o vendaval e com a chuva de granizo

O produtor rural Daniel Breda, de Rio Fundo, também em Marechal Floriano, contou que calcula um prejuízo de mais de R$ 50 mil em suas plantações agrícolas, principalmente em uma lavoura de tomate, que ele esperava colher três mil caixas. “Em uma lavoura de nove mil plantas, creio que perdi tudo. Porque onde as pedras atingem, perde todos os frutos de tomate. Infelizmente eu não tinha seguro dessa plantação”, lamentou o produtor.

Também foram registrados prejuízos em lavouras de inhame e tomate no distrito de Araguaia, onde o granizo foi intenso. Ainda na região de Costa Pereira, em uma estrada que liga Marechal Floriano a Alfredo Chaves, as cenas eram parecidas com a da passagem de um tornado: árvores interditavam estradas, postes de energia caíram, casas e construções foram destelhadas e havia muita lama por todo lado.

Um morador gravou um vídeo da estrada, coberta com árvores das florestas que foram derrubadas pelo vendaval.

O locutor Nielson Stein circulou em algumas estradas dessa região, e registrou em vídeo o que viu pelo caminho. Segundo ele, é uma situação jamais vista na região. “Muitas moradores estão tentando desobstruir estradas locais, pois foi devastador. É muito prejuízo e as florestas foram destruídas pelo vento”, destacou.

Granizo derruba grãos de café no Norte do Estado

Em municípios no Norte do Espírito Santo, cafeicultores também estão contabilizando prejuízo com a queda de granizo que atingiu lavouras de conilon. Em São Domingos do Norte, vídeos divulgados em grupos de WhatsApp mostram uma lavoura que ficou bastante destruída.

Além da queda de grãos, o granizo também desfolhou os pés de café, o que pode afetar a próxima produção. Além disso, o forte vento destelhou casas e galpões. Alguns produtores falam de perda entre 30 a 50% na produção deste ano.

Mais de 700 funcionários da EDP estão trabalhando para restabelecer energia

Após a tempestade de ontem que atingiu o Espírito Santo, mais de 700 funcionários da EDP, concessionária de energia do Estado, estão trabalhando para restabelecer o fornecimento elétrico nas cidades mais afetadas.

“Foi registrado um aumento expressivo de ocorrências relacionadas ao sistema elétrico, principalmente, devido à queda de árvore inteiras e galhos, além da projeção de objetos sobre as redes de energia. Mais de 700 colaboradores da EDP estão trabalhando ininterruptamente no reparo da rede atingida para restabelecer o sistema com a máxima agilidade aos clientes. Na manhã de hoje (1º), o fornecimento de energia já foi normalizado para mais de 60% dos clientes que foram afetados”, destacou a assessoria da EDP.

Postes de energia foram derrubados com a queda de árvores sobre a fiação elétrica

A Companhia ressalta que, em função do volume de ocorrências, adota um procedimento de priorização da solução de casos que envolvam hospitais, clientes com uso de equipamentos elétricos essenciais à vida, e unidades de serviços essenciais, como abastecimento de água, tratamento de esgoto, polícia e telefonia. O tempo de restabelecimento varia de acordo com a complexidade do caso e parte dos serviços é realizada em parceria com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

A EDP orienta a comunidade a não se aproximar dos cabos que, por conta da chuva, estão caídos. Para mais informações, solicitações e denúncia de possíveis riscos com a rede elétrica, ou para comunicar a interrupção do serviço, a população pode entrar em contato pelos canais de atendimento: SMS para 28037 com o texto SEM LUZ; Aplicativo EDP Online (compatível com as plataformas Android, iOS e Windows Phone); Central de Atendimento ao Cliente (0800 721 0707 – ligação gratuita, 24 horas/sete dias por semana); site EDP Online: www.edponline.com.br e agência de atendimento presencial (endereços de todas as unidades no site EDP Online).

Últimas notícias

Evento discute o futuro da produção de alimentos e do agronegócio no país até 2050

“Agronegócio, pesquisa e inovação no Brasil – caminhos para o futuro da produção ...

Perspectivas do mercado de grãos no Espírito Santo serão debatidas na próxima semana

Iniciando o calendário de capacitações e qualificações para seus parceiros e associados em ...

Sistemas de recirculação de água podem ser usados para produzir peixes em nível comercial

Foto: PqC. Eduardo Medeiros Pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria ...

Fungo inédito no inhame e na samambaia é descoberto por pesquisadores

Um novo fungo que acomete o inhame e a samambaia preta foi encontrado, pela primeira ...

Como os insetos dão pistas aos peritos na cena do crime

Embora a visão de larvas em um cadáver não seja agradável, elas podem ...