UFLA firma acordo de cooperação pelo Comércio Justo

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) participa, na quinta-feira (19/10), às 18h, de uma live que celebra o acordo de cooperação firmado entre a Universidade e a Associação das Organizações de Produtores Fairtrade do Brasil. O evento será transmitido pelo canal oficial da BRFair no Youtube.

Pelo acordo, será desenvolvido o projeto de extensão “Comércio justo e universidade – ações de extensão para capacitação de produtores e incentivo ao consumo e desenvolvimento local”, sob coordenação dos professores do Departamento de Administração e Economia (DAE) Paulo Henrique Montagnana Vicente Leme e Elisa Reis Guimarães. As atividades do projeto incluem o desenvolvimento de ações de extensão relacionadas ao comércio justo; realização de palestras e workshops sobre boas práticas de gestão e produção, voltadas aos produtores certificados; realização de eventos que promovam o movimento do comércio justo, bem como assessorias, gestão de custos, treinamentos e cursos para produtores certificados pelo fairtrade.

O Comércio Justo – Fairtrade – é uma forma de comércio focada em sustentabilidade social, ambiental e econômica. Trabalha com cooperativas e associações de pequenos produtores ao redor do mundo, certificando-os, de forma que possam obter preço justo por seus produtos, melhores condições de trabalho, incentivo para proteção ambiental, acesso direto ao mercado, evolução tecnológica, entre outros benefícios. É um movimento voltado à redução da pobreza e empoderamento dos pequenos produtores e suas famílias.

A Coordenadoria Latino-americana e do Caribe de Pequenos Produtores de Comércio Justo (Clac) lançou campanha em 2014 com o objetivo de estreitar as relações entre as universidades e as organizações de pequenos produtores certificados no Fairtrade – campanha “Universidades Latinoamericanas por el Comercio Justo”. As trativas da UFLA para integrar o movimento vêm ocorrendo desde em 2016 e ações na área vêm sendo desenvolvidas desde 2014. Ao ser reconhecida, será a primeira universidade brasileira a integrar a iniciativa. Com a adesão, as universidades comprometem-se com práticas como a realização de atividades sobre economia solidária, comércio justo e consumo responsável, apoio a pesquisas ou publicações sobre a temática, e promoção de cursos acadêmicos na área, sendo necessárias ao menos realizações anuais dessas atividades.

O professor Paulo Henrique explica que a assinatura do acordo é um passo importante para que a UFLA alcance a conclusão de seu processo de reconhecimento como Universidade pelo Comércio Justo. “Além do convênio, para haver o reconhecimento é necessário que promovamos os produtos do comércio justo, o que já fazemos, por meio da Cafeteria Escola Cafesal. Precisamos também ter conteúdos de currículo ligados ao tema, na graduação, na pós-graduação, na pesquisa e na extensão, o que também já praticamos. Então, com esse acordo, poderemos em breve completar o reconhecimento”.

EVENTO ON-LINE – Participa da live, no dia 19/11, a equipe responsável pelo implementação do projeto na UFLA. Os participantes falarão sobre a importância do projeto e da assinatura do acordo com a UFLA. Estarão presentes o reitor, professor João Chrysostomo de Resende Júnior; o pró-reitor de Extensão e Cultura, professor Jackson Antônio Barbosa; os coordenadores, professores Paulo Henrique e Elisa; assim como o presidente da EBFair e da Cafesul, Renato Theodoro; a coordenadora de Incidência da Clac, Linda Vera; e a barista e gestora da cafeteria escola da UFLA (Cafesal), Emanuelle Costa.

Fonte: UFLA

Últimas notícias

Pecuária de leite vive incertezas com o futuro da pandemia

A reunião de conjuntura de novembro do Centro de Inteligência do Leite da ...

Valor de mercado de defensivos aplicados deverá cair 11,8% em 2020

O mercado de defensivos agrícolas deve ter redução de 11,8% no valor em ...

Programa de aprendizagem rural é homenageado pelo Instituto Innovare

Fotos: Junio Nunes O Programa de Aprendizagem Profissional Rural foi homenageado na 17ª ...

Novo surto de gafanhotos é monitorado por governo do Rio Grande do Sul

Foto: Senasa Julio Huber Um novo surto de gafanhotos identificado pelo Serviço Nacional ...

Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva anuncia os finalistas

O Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva já tem os 20 finalistas da ...