Vitória volta a suspender feiras livres a partir desta segunda-feira

O motivo da suspensão das feiras livres foi o não cumprimento das normas estabelecidas para o funcionamento da atividade publicadas na edição de 2 de abril do Diário Oficial

A Prefeitura de Vitória voltou a suspender a realização de feiras livres no município a partir desta segunda-feira (20). A medida foi adotada para garantir a prevenção da saúde das pessoas – hoje única ferramenta disponível para combate à pandemia em curso. O retorno da atividade será reavaliado posteriormente.

“Nós vamos suspender temporariamente as feiras a partir de segunda-feira para que a gente possa novamente voltar a dialogar e só retornar em um novo patamar de maior responsabilidade uns com os outros. Nós precisamos confiar nas pessoas e ter a colaboração e responsabilidade de todos no enfrentamento dessa pandemia. Caso contrário, nós podemos, lá na frente, daqui a um ou dois meses, nos lamentar. E nós não podemos correr esse risco. Espero a compreensão de todos”, disse o prefeito de Vitória, Luciano Rezende. 

O motivo da suspensão das feiras livres foi o não cumprimento das normas estabelecidas para o funcionamento da atividade publicadas na edição de 2 de abril do Diário Oficial. Considerável parcela dos feirantes e da população não estava as usando máscaras e cumprindo outras determinações.

“É impressionante o que vem acontecendo nas feiras. Parece que as pessoas não conseguem compreender que os hospitais em algumas cidades do Brasil já estão lotados, que o número de mortos no Brasil já passou de 2 mil pessoas, e que Vitória é uma das cidades que causam preocupação no País. E nas feiras as pessoas continuaram frequentando com vários componentes da mesma família, sem o uso de máscaras, se aglomerando e fazendo lanches, permanecendo no local e sem atender outras regras sanitárias que havíamos combinado com os feirantes”, enfatizou Luciano. 

ORIENTAÇÕES – As feiras livres foram liberadas em Vitória desde que feirantes e clientes usassem máscaras de proteção (industrializadas ou fabricação caseira) para frequentar os locais. Outras recomendações para os frequentadores das feiras era não levar crianças; ir somente um componente da família; pessoas do grupo de risco, sobretudo idosos, deveriam evitar ir às feiras; usar luvas e máscaras de proteção; e manter distância segura.

Além dessas orientações, os feirantes deveriam seguir a seguintes regras:

  • Os feirantes deverão ampliar o espaço entre as barracas em, no mínimo, 1,5 metro de distância, por meio da retirada de bandejas de cada feirante
  • Os feirantes que comercializam os produtos do gênero alimentício para o consumo imediato no local, como “caldo de cana” e “lanches em geral”, somente poderão exercer a atividade em regime de retiradas em balcão, por meio do devido acondicionamento do alimento para viagem
  • Os feirantes deverão providenciar a retirada total de bancos, mesas ou qualquer outro item em que o consumidor possa se sentar, objetivando a não permanência e não aglomeração de pessoas na feira livre
  • É obrigatória a substituição de feirantes ou trabalhadores maiores de 60 (sessenta) anos, em razão de se enquadrarem no grupo de risco, segundo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo permitida a indicação de outra pessoa para exercer a atividade.

HISTÓRICO – As feiras livres presenciais foram suspensas no final do mês de março. Mas diante dos apelos dos comerciantes e da população a Prefeitura de Vitória divulgou no site do município a lista e telefones dos feirantes que atuam regularmente na capital.

Como a tentativa de compra com entrega em casa não obteve êxito para garantir a oferta de hortaliças e verduras frescas, em  2 de abril as feiras livres presenciais voltaram a acontecer na capital, mas com normas as serem cumpridas. Agora, o retorno das feiras livres presenciais está condicionado ao cumprimento de todas as medidas restritivas que garantam o mínimo de segurança à população.

Fonte: PMV

Últimas notícias

Pecuária de leite vive incertezas com o futuro da pandemia

A reunião de conjuntura de novembro do Centro de Inteligência do Leite da ...

Valor de mercado de defensivos aplicados deverá cair 11,8% em 2020

O mercado de defensivos agrícolas deve ter redução de 11,8% no valor em ...

Programa de aprendizagem rural é homenageado pelo Instituto Innovare

Fotos: Junio Nunes O Programa de Aprendizagem Profissional Rural foi homenageado na 17ª ...

Novo surto de gafanhotos é monitorado por governo do Rio Grande do Sul

Foto: Senasa Julio Huber Um novo surto de gafanhotos identificado pelo Serviço Nacional ...

Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva anuncia os finalistas

O Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva já tem os 20 finalistas da ...