Webinar debate mudanças da educação de crianças e jovens sobre o agronegócio

Incentivar os estudantes a conhecer o agro, ensinar o quão valoroso é o trabalho dos produtores e estimular a empatia dos estudantes por eles. Esses foram os temas abordados no Webinar “O Agro Para Estudantes”, realizado na última quinta-feira (13), pelo Movimento Todos A Uma Só Voz.

Com moderação da embaixadora do Capitalismo Consciente e Food Business Design, Ana Vaz, o evento foi transmitido ao vivo pelo Canal do Movimento Todos A Uma Só Voz no Youtube. O Coordenador do projeto, Ricardo Nicodemos, destacou a importância de levar conhecimento e informação, além de posicionar o agro de forma correta para a população urbana, principalmente os estudantes.

“Essa é uma primeira união para escrevermos uma rota, uma jornada que ajudará professores, pedagogos e pais a transmitirem conhecimento e informações aos jovens baseados em ciência e fatos. O papel do Movimento Todos A Uma Só Voz é conectar toda a cadeia produtiva e trazer uma narrativa para que as pessoas entendam que o Agro é a principal riqueza do nosso país. Temos o objetivo de tornar o agro admirável pela população brasileira, como tantos outros países fazem”, disse Nicodemos.

Apresentando o Movimento “De Olho no Material Escolar”, uma das mentoras desse projeto, Andreia Bernabé, reforçou a necessidade de rever e corrigir informações equivocadas sobre o agro nas apostilas e livros didáticos. “Esse evento discute um assunto que é primordial para a educação de nossas crianças. Queremos trazer para o material escolar o que o nosso país vem realmente fazendo em prol da nossa produção. Somos um grupo de mães, que tem coletado esses materiais com informações equivocadas. Nosso propósito principal é a mudança dos conteúdos nas apostilas, algo de extrema importância para a educação, pois o agro que é retratado nos materiais escolares está muito desatualizado”, explicou Andreia.

O professor, membro do FGVAgro e atual secretário do Meio Ambiente de Ilhabela (SP), Prof. Xico Graziano, participou do Webinar apresentando os mitos que permeiam o Agro. “O problema que afeta a educação é a perpetuação e a reprodução dos mitos. Não se trata de passar uma borracha no passado, mas trazer um conteúdo mais atualizado. O passado é importante para corrigirmos o futuro, para o crescimento da juventude”, destacou Xico.

Também presente no evento, o professor titular na Faculdade de Administração da USP e da FGV, Prof. Marcos Fava Neves, destacou a liderança do Brasil no agro mundial. “Hoje a nossa liderança é na produção de alimentos e bioenergia. Todo mundo quer saber o que o Brasil está fazendo para alimentar um bilhão de pessoas no planeta. E temos feito isso de uma maneira incrível e sustentável. É isso que temos que mostrar e contar para os jovens, com uma linguagem moderna e atual”, contextualizou Marcos.

A Presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto (ABAG/RP), Mônika Bergamaschi, apresentou as ações realizadas pela Associação nesse sentido, destacando o Programa Educacional “Agronegócio na Escola”. “Criamos o Programa Educacional ‘Agronegócio na Escola’ há 20 anos e trazemos especialistas para falar sobre os conceitos do agro. Organizamos visitas práticas para mostrar a cultura no campo a professores e alunos, apresentando toda a cadeia produtiva. Já impactamos positivamente 255.952 alunos e 3.397 professores, em mais de 2.299 visitas. Com a chegada da pandemia, criamos uma versão digital, com ótimos resultados e participação”, destacou Mônika.

O professor e presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP), Ademar Batista Pereira, destacou a necessidade de se criar significado para a educação. “Nós nos identificamos muito com o agro e a sua grandeza. Esperamos que esse exemplo do programa da ABAG possa ser amplificado. É um trabalho de longo prazo e este é apenas o primeiro evento de uma longa jornada que teremos pela frente. Mas temos que pensar na prática se quisermos mudar a educação para melhor”, disse Ademar.

Para o Coordenador do Movimento Todos A Uma Só Voz, Ricardo Nicodemos, o evento foi muito positivo e enriquecedor. “Pudemos perceber que ainda temos temas para serem analisados e explorados. Contamos com a participação de um público aberto para o debate, que, mesmo com diferentes pontos de vista e posicionamentos, contribuíram para elevar as discussões. É certo que ainda temos muito para evoluir no diálogo, mas com certeza esse Webinar foi um primeiro passo”, concluiu Nicodemos.

Confira o Webinar completo no Canal do Movimento “Todos A Uma Só Voz” no Youtube.

Lançamento do Compêndio “O Agro para Estudantes”

O Webinar também marcou o lançamento do Compêndio “O Agro para Estudantes – 10 temas para tornar o ensino mais atrativo”, que está disponível para download no site do Movimento Todos A Uma Só Voz.

Um dos autores, Xico Graziano, reforçou a importância de se atualizar a forma como o agro é apresentado nas escolas. “Temos que levar para a sala de aula um ensino que seja atraente e contemporâneo. As apostilas falam muito do passado do agro e quase nada do presente. O mundo é provocado por modificações, temos que evoluir o ensino e isso significa mostrar o mundo da tecnologia, do cooperativismo, o mundo digital do Agro. Esses são os novos temas e enfoques a serem ensinados”, disse Graziano.

Marcos Fava Neves, coautor do Compêndio, falou sobre a necessidade de os professores abordarem novos temas para tornar o ensino mais atrativo. “Tem muita coisa linda para ser contada sobre o agro. Não podemos nos esquecer do passado, mas não podemos generalizar e precisamos falar de coisas novas. Estamos propondo novos temas para tornar as aulas muito mais interessantes e mostrar o que realmente é a produção de alimentos e o agro”, finalizou Marcos. Para saber mais sobre o Movimento, acesse: www.todosaumasovoz.com.br.

Fonte: Attuale Comunicação

Últimas notícias

Coops já podem enviar projetos para o PAA

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) liberou o sistema para recebimento dos projetos ...

Selo Arte para produtos de abelhas e derivados terá início em outubro

Podem receber o Selo produtos artesanais de abelhas Apis mellifera e de abelhas ...

Você conhece a Doença de Haff? Mapa monitora casos no Brasil

Orientação é que consumidor adquira pescado com selo de inspeção oficial O Ministério ...

Fórum Café e Clima apresenta condições da produção diante dos impactos climáticos

Como os cafezais estão reagindo diante do comportamento do clima, marcado por seca, ...

Bolsonaro veta projeto sobre medidas emergenciais de amparo à agricultura familiar

Foto: Veja O presidente Jair Bolsonaro vetou um projeto de lei sobre medidas ...