#09 PODCAST: Produtores rurais podem ser prejudicados se Brasil não ratificar Protocolo de Nagoya

A ratificação do Protocolo de Nagoya, em análise no Senado por meio do PDL 324/2020, pode evitar que o setor produtivo brasileiro seja prejudicado pelas políticas de uso e compartilhamento do patrimônio genético mundial. A avaliação de especialistas é que a não adesão ao acordo já ratificado por 126 países pode mantar o Brasil alheio a discussões internacionais e sem possibilidade de defender seus interesses.

Uma das principais discussões que interessa ao agronegócio é que o Brasil negocie na CDB, a partir das regras já definidas em Nagoya, a não taxação sobre produtos considerados essenciais para a alimentação. Isso porque o tratado internacional define que os lucros de produção e a venda de produtos elaborados com recursos genéticos serão obrigatoriamente compartilhados com o país de origem, por meio do pagamento de royalties, estabelecimento de parcerias, transferência de tecnologias ou capacitação.

Últimas notícias

Países produtores mundiais de café se reúnem em defesa da produção contra restrições da União Europeia

Os produtores mundiais de café estão preocupados com a proposta de legislação apresentada ...

Recursos do Pronaf no Plano Safra irão aumentar em 12%

Foto: Divulgação/MAPA Em virtude da forte demanda por financiamentos de custeio no Pronaf, ...

Conab estima safra recorde para milho 2ª safra com produção superior a 87 milhões de toneladas

Foto: iStock Os produtores de milho deverão colher na segunda safra do cereal ...

Café regenerativo do Cerrado será lançado no próximo sábado em Minas Gerais

Foto: Guima Café O Guima Café, marca de café especial do Grupo BMG, ...

Festuris Gramado terá participação da Argentina

Foto: Divulgação/Festuris Com o retorno frenético do mercado turístico, as viagens, inclusive internacionais, ...