Venda casada em crédito rural é ilegal e agricultor pode denunciar

Foto: Camila Domingues/Palácio Piratini

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, defendeu um esforço do governo junto a entidades do agro e bancos para combater a venda casada no agronegócio. O pedido foi feito em um seminário online, que contou com a participação dos ministros da Justiça, André Mendonça, e da Agricultura, Tereza Cristina. 

Segundo João Martins, a venda casada é uma prática ilegal, em que a liberação do crédito rural vem acompanhada da contratação de outros serviços ou produtos bancários, como títulos de capitalização e seguros não relacionados à produção. Há cerca de um ano, os ministérios e a CNA assinaram um acordo para combater este tipo de crime. 

No seminário, a ministra Tereza Cristina anunciou uma plataforma do Mapa para que o produtor possa denunciar esse tipo de prática. A ferramenta já está disponível para acesso no site do Ministério da Agricultura. Em estudo da confederação, o título de capitalização (53%) e o consórcio (25%) foram os principais serviços que produtores tiveram que adquirir para conseguir financiamento dentro da venda casada.

Clique aqui para fazer a denúncia!

Fonte: Brasil 61

Últimas notícias

Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva anuncia os finalistas

O Prêmio Excelência de Qualidade Realcafé Reserva já tem os 20 finalistas da ...

Agrishow anuncia alteração da data de realização na edição 2021

A Agrishow anunciou a alteração da data de sua 27ª edição para os ...

Sócio da Cooabriel conquista primeiro lugar no concurso Coffee Of The Year 2020

No dia 20 de novembro, foi divulgado pela Semana Internacional do Café, os ...

ExpoSul RaízES começa nesta quarta (02)

O Parque de Exposições de Cachoeiro reabre os portões para receber uma edição ...

Seca no Brasil tende a pressionar preços de café arábica

Tradings de café começam a ter ideia da extensão dos problemas climáticos no ...