Ao completar um ano de funcionamento Ceaflor anuncia ampliação

Mercado de flores, plantas e acessórios da região de Holambra que abastece o Brasil de norte a sul, o CEAFLOR comemora o primeiro aniversário em ritmo de crescimento e anuncia a ampliação de suas instalações. Na contramão de quase todos os segmentos impactados pela pandemia, o centro de distribuição localizado em Jaguariúna vai ganhar 270 novos boxes para comercialização de flores envasadas e plantas ornamentais e 1.180 vagas a mais de estacionamento. Quando a ampliação estiver concluída serão no total 946 boxes e 2.070 vagas para estacionar disponíveis aos atacadistas e demais clientes.

A ampliação anunciada pelo CEAFLOR começou com a aquisição de uma área vizinha de 96 mil m², que se somará aos atuais 126 mil m² ocupados pelo empreendimento que nasceu grande, com 44 mil m² de área coberta.

 O novo espaço – mais 20 mil m² – permitirá a expansão dos setores de flores em vasos e plantas ornamentais para paisagismo e jardinagem, cujas vendas vêm apresentando um relevante crescimento, totalmente alheio à pandemia do novo coronavírus. Os efeitos da Covid-19 impactaram – e ainda impactam fortemente – o comércio atacadista de flores de corte, com queda 35% no primeiro semestre em função do cancelamento de eventos sociais e corporativos.

“Chegar ao primeiro aniversário do CEAFLOR após seis meses de pandemia, anunciando expansão das instalações em quase 50 por cento, é motivo de muito orgulho para nós. Isso nos faz crer que, de fato, temos conseguido majorar a participação da região de Holambra no mercado brasileiro de flores e plantas, contribuindo decisivamente com a logística do setor”, comenta o presidente do CEAFLOR, Antonio Carlos Rodrigues.

A facilidade logística por reunir flores, plantas e acessórios no mesmo local, que dá aos atacadistas agilidade no abastecimento do mercado brasileiro, a diversidade e a variedade de espécies oferecidas pelas atuais 350 empresas que operam no CEAFLOR, explicam o sucesso do empreendimento.

 Os atuais 676 boxes comercializam acessórios e produtos cultivados no Circuito das Flores (Holambra, Jaguariúna e Santo Antônio de Posse) e por produtores de Atibaia, Arujá, São Roque, Limeira, Piedade e Registro, além dos de outros estados, como Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro. Como as negociações são feitas diretamente, sem intermediações, os preços são bem mais competitivos.

Apesar de o grande volume de produtos ser destinado ao mercado atacadista, compreendido por garden centers, supermercados, floriculturas e empresas de decoração e paisagismo, o CEAFLOR é aberto também ao varejo. Ao consumidor final é igualmente oferecida a oportunidade de compra direta.

O mix de acessórios para floricultura, jardinagem e decoração e de produtos para paisagismo do CEAFLOR tornou-se um dos mais completos do mercado nacional. No paisagismo, em especial, a presença de produtores de regiões diversas do Brasil garante a oferta de árvores exóticas, frutíferas e nativas para reflorestamento, capins ornamentais, folhagens para ambientes internos e externos, cercas vivas, gramas, hortaliças, plantas aromáticas e temperos diversos, palmeiras, espécies para jardins verticais, trepadeiras, tuias, pinheiros e muito mais.

Fonte: Ceaflor

Últimas notícias

Pecuaristas ampliam em seis vezes produção leiteira

O casal de produtores José João Júnior e Eduarda Paulino de Andrade, do ...

Inscrições para vestibular da Faculdade CNA terminam amanhã (24)

Os interessados em cursar o nível superior na área do agronegócio têm até ...

Livreto faz reflexão sobre o papel das cooperativas no PNAE

Cooperativismo, Agricultura Familiar e o Programa Nacional de Alimentação Escolar é o título da ...

Documentário mostra a história do café “Robusta Amazônico”

O produtor Nilton Lima, de Alto Alegre dos Parecis, é um dos personagens ...

Compra de terras por estrangeiros vai à votação no STF na próxima sexta-feira

Foto: Tony Oliveira/CNA O Supremo Tribunal Federal (STF) vota na próxima sexta-feira (26/02) ...