Apicultores de Viana recebem certificado e equipamentos para aprimoramento da produção de mel

Produtores de mel de Viana receberam, na manhã desta terça-feira (5), o certificado de capacitação dos cursos de boas práticas e novos equipamentos que possibilitam o fortalecimento da cadeia de produção no município. A cerimônia ocorreu na Casa do Mel Adolfo Bügger, localizada na Fazenda Experimental Engenheiro Agrônomo Reginaldo Conde, em Jucuruaba.

Com objetivo de aprimorar ainda mais a apicultura no município, foram adquiridos um homogeneizador para produzir compostos à base de mel, como romã e eucalipto, e um tanque envasador de extrato de própolis. Os investimentos são de cerca de R$ 10 mil, em recursos provenientes da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Semtrades). O intuito é proporcionar a venda de mais produtos para todo o estado, a serem disponibilizados em estabelecimentos comerciais, farmácias e supermercados.

O vice-prefeito Fábio Dias destacou o trabalho dos produtores e relatou uma ocasião, em que esteve em um evento na China, quando o município recebeu o interesse de compra de mel por um laboratório asiático. “Os apicultores estão de parabéns, cuidam muito bem da Casa do Mel. É gratificante ver este zelo, como se fosse a própria casa. Lembro que certa vez, em uma visita à China, um laboratório chinês teve interesse na compra do nosso mel. Os apicultores podem trabalhar muito, que além do mercado interno, há a possibilidade de inserção a um mercado internacional”, contou o vice-prefeito.

O Presidente da Associação Vianense de Apicultores (Aviapis), Giliard Volkers Barbosa, ressaltou a importância dos equipamentos para os produtores. “Em uma atenção assim, nós, com recurso próprio, não teríamos condições de comprar este maquinário. Hoje nós trabalhamos apenas com mel e esses materiais vêm para fazermos o processamento de outros produtos, que seriam o mel composto de própolis e outras ervas medicinais”, comentou Barbosa.

Esteve presente também o presidente da Federação Estadual de Apicultura, Arno Wieringa. Ele explicou a exigência do treinamento para a formação dos produtores locais, que serve também para a inserção do mel ao mercado. “O mel é um produto animal, que precisa de cuidados. Como os produtores querem levar mel para além do município, há a exigência de uma maior qualificação. Este treinamento ajuda na parte de escoamento de produção. Estes equipamentos facilitam a fabricação de compostos, popularmente conhecidos como xaropes, à base de mel e própolis. Isso garante qualidade de produto, isso é importante para o mercado”, falou Wieringa.  

O produtor Guilherme Wilson Cardoso, de 62 anos, que reside em Jucuruaba e trabalha com a apicultura há, aproximadamente, 25 anos, ressaltou que é fundamental se atualizar às novas tecnologias. “Esses cursos são muito importantes, já fiz vários treinamentos, porque cada vez mais a produção se moderniza. Com esses equipamentos, vamos melhorar a nossa renda”, disse o apicultor. 

Ainda durante a fala, Fábio Dias anunciou que a partir de 2022 os apicultores terão a produção de mel adquirida pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que irá assistir famílias de Viana em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

Fonte: Prefeitura Municipal de Viana

Últimas notícias

Cavalgada convida população para 54ª Expoagro em Cuiabá (MT)

Foto: Marcelo Camargo – Agronews Uma cavalga reuniu dezenas de cavaleiros e amazonas, na ...

Brasil cria 277 mil novas vagas em maio, batendo recorde 

A economia brasileira gerou, em maio de 2022, 277.018 novas vagas de empregos ...

ABRALEITE promove o 1º Fórum Nacional do Leite

A Associação Brasileira dos Produtores de Leite (ABRALEITE) realizará o 1º Fórum Nacional ...

São Paulo Coffee Festival já tem data confirmada para 2023

Foto: Sergio Parreiras Pereira Entre os dias 24 e 26 de junho de ...

Pecuária leiteira de precisão é tema principal do Anuário Leite 2022

Publicação acaba de ser lançada e está disponível para download no site da ...