Associações são beneficiadas por projeto de desenvolvimento do associativismo e cooperativismo na Bacia do Rio Doce

O projeto desenvolvido pela Fundação Renova, em parceria com PLAN e DVF Consultoria,  proporcionou a formalização e a capacitação das 22 associações atendidas

Como forma de fortalecer o cooperativismo e o associativismo, a Fundação Renova, por meio  do Programa de Desenvolvimento e Diversificação Econômica (PG18), criou e implementou o projeto de Desenvolvimento e Fortalecimento de Empreendimentos de Base Solidária (EBS) e de Organizações da Sociedade Civil (OSC), nos municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

O trabalho realizado  pela Fundação Renova em parceria com as consultorias  –  DVF e  PLAN –  encerrou em 2021 com bons resultados, como a formalização e regularização das associações, inserção delas no mercado, capacitação de seus membros em gestão e finanças e incremento na geração de renda. Ao todo, foram apoiados 22 empreendimentos de base solidária (EBS), de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Continua após o anúncio

O primeiro objetivo do programa foi avaliar as atividades dos empreendimentos e, em seguida, buscou-se fortalecê-los e desenvolvê-los, construindo conjuntamente um Plano de Negócio. Todas as medidas propostas no plano foram acompanhadas pelas consultorias contratadas.

RESULTADOS – Com duração de 2 anos, o projeto teve como foco as ações nos municípios atingidos ao longo da bacia do rio Doce. No início do projeto, as assistências foram realizadas de forma presencial. Já no período de pandemia, o trabalho com as entidades foi realizado de forma  “on-line”. Ao todo, o projeto contemplou mais de 1.700 horas de consultoria, atendendo mais de mil pessoas, direta e indiretamente.

Empreendimentos atendidos:

Associação dos Artesãos de Aimorés – Arte da Terra, em Aimorés
Associação de Mulheres Artesãs de Itueta (AMAI)
Associação dos Catadores Unidos de Resplendor (ASCAURES)
Feira do Empreendedor, em Resplendor
Associação de Artesanato de Povoação do Rio Doce (AAPRD), em Povoação (Linhares)
Associação dos Pescadores e Assemelhados de Povoação (APAP) (Linhares)
Associação de Turismo de Povoação – Condutores Sumaré (Linhares)
Associação dos Piscicultores do Guaxe (APIGUA), na comunidade do Guaxe (Linhares)
Associação Sabores e Saberes, em Colatina
Associação dos Catadores de Material Reciclável de Mariana – CAMAR
Associação dos Hortigranjeiros de Bento Rodrigues – AHOBERO
Cooperativa de Arte Minha Casa
Associação de Pescadores e Amigos do Rio Doce – APARD, de Governador Valadares
Associação dos Pescadores de Rio Doce – ASPERDOCE, de Rio Doce
Associação dos Pescadores Ilheiros de Pedra Corrida – ASPIPEC, de Pedra Corrida, em Periquito
Associação de Produtores de Barra Longa e Cooperativa de Leite de Barra Longa (CAPBL)
Cooperativa de Produtores de Leite de Mariana (CPL), de Padre Viegas (Mariana)
Grupo Informal – Florestinha (Santa Cruz do Escalvado)
Grupo Informal – Feijão (Fazenda Esmeralda e Rochedo, em Rio Casca)
Cooperativa de Trabalho e Agropecuária de Nova Soberbo (COOPSOBERBO)
Associação de Carroceiros e Areeiros de Conselheiro Pena – ASCARCOPE

Fonte: Fundação Renova

Últimas notícias

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...

Crimes ambientais são flagrados e embargados em Marechal Floriano

Uma nova fase da “Operação Curupira”, que visa coibir crimes ambientais no Espírito ...

Campanha promove alimentos orgânicos em todo o Brasil

A campanha visa estimular o conhecimento e o consumo de produtos orgânicos O ...

História do cooperativismo cafeeiro capixaba é destaque na biblioteca do Incaper

A biblioteca do Incaper serviu como base para revisões bibliográficas, fontes de dados ...