Brasil caminha na direção certa para se tornar uma potência agroambiental

O Brasil tem um dos agronegócios mais avançados do mundo. Toda a adversidade superada pelo setor elevou sua postura e sua visão para buscar, cada vez mais, desenvolvimento e produtividade, por meio da aplicação de novas tecnologias, de pesquisas e de inovação. Na avaliação de Marcello Brito, presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), o setor sempre superou as adversidades, conseguindo crescer, por exemplo, com um índice de inflação de 30%. Isso porque quem faz o caminho é a sociedade, que se dedica e trabalhar para realizar suas atividades, independentemente do governo.

“Temos uma oportunidade de crescer por meio dos desafios impostos pelas mudanças climáticas e pelo aquecimento global”, disse Brito, durante o Workshop de Jornalistas 2021 – Pós Congresso Brasileiro do Agronegócio. A seu ver, o país pode desenvolver toda sua potência agroambiental, se tiver o carimbo da Amazônia preservada. “Sou otimista e tenho a certeza de que o desmatamento ilegal vai acabar. Com isso, não haverá agro no mundo como o nosso e não será possível competir com nossas vantagens, como o estoque de carbono e o pagamento por serviços ambientais”, acrescentou.

Brito reconheceu que o país tem dificuldades para serem vencidas, como a maior interação entre a sociedade civil organizada, iniciativa privada e governo; a disparidade entre a governança corporativa privada e a governança pública; e o ritmo menos acelerado para diminuir o desequilíbrio social do Brasil, que foi acentuado durante a pandemia do novo coronavírus. “Mesmo que a velocidade não esteja como gostaríamos, o caminho está correto”, pontua.

Por fim, ele comentou que 58% da indústria processa tudo o que o agronegócio produz e esse percentual era feito pelos Estados Unidos há alguns anos. Isso significa, segundo o presidente do Conselho Diretor da ABAG, que o Brasil tem a oportunidade de agregar mais tecnologia e industrialização, que irá se traduzir em mais geração de emprego, renda, melhores condições educacionais e uma vida melhor para o brasileiro.

O Workshop de Jornalistas 2021 – Pós Congresso Brasileiro do Agronegócio é uma iniciativa da ABAG e contou com as palestras da Embrapa Soja; Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV) e National Wildlife Federation (NWF) e o apoio da Cooxupé.

Fonte: Mecânica Comunicação Estratégica

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...