Cachaças de Linhares são premiadas em Concurso Mundial de Destilados de Bruxelas

As cachaças Princesa Isabel Carvalho e Princesa Isabel Amburana, fabricadas em Linhares, no norte capixaba, foram premiadas no Concurso Mundial de Destilados de Bruxelas, com o título de “Grande Ouro” e “Ouro”, respectivamente. As cachaças do Alambique Princesa Isabel passaram pelo crivo de 85 jurados internacionais especialistas em destilados.

O proprietário Adão Cellia contou da alegria em receber a notícia da premiação das cachaças que, conforme informado, são orgânicas, livre de agrotóxicos, e a cana, que é a matéria-prima principal, é cuidada, colhida e despalhada à mão, sem queima, e destilada em alambique de cobre, com todo cuidado e boas práticas no processo de fabricação.

“A constância de resultados positivos atesta a idoneidade e a qualidade do nosso produto, resultado de um trabalho de muita paixão pela terra, planejamento, além de conhecimento e investimentos técnicos e científicos. Há 12 anos montamos nosso alambique e, há cinco, colocamos nossas cachaças no mercado. Nessa trajetória, já conquistamos 28 premiações nacionais e internacionais, sendo esta nossa segunda premiação no concurso de Bruxelas e outros títulos conquistados em Berlim, em São Francisco (Estados Unidos) e Londres”, informou Adão.

A “Cachaça Princesa Isabel Carvalho” alcançou mais de 95 pontos de nota, sendo que o máximo é 100, recebendo o título de “Grande Ouro”. Já a “Cachaça Princesa Isabel Amburana” atingiu entre 90 e 95 pontos, e foi classificada como “Ouro”.

O secretário municipal de Agricultura, Franco Fiorot, parabenizou o Alambique Princesa Isabel pela premiação. “Esses títulos conquistados mostram o reconhecimento do trabalho que vem desenvolvendo pelo Alambique Princesa Isabel que aposta no empreendedorismo, na inovação e em destilados de qualidade. Ficou feliz em saber que o Adão tem levado o nome de Linhares Brasil e mundo afora, com um produto originalmente de Linhares”, ressaltou o secretário.

Por mês, entre 4 e 5 mil garrafas, incluindo todos os rótulos fabricados, são comercializados pelo Alambique Princesa Isabel. Atualmente, os estados de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e o Espírito Santo são os maiores compradores. Ainda em novembro, 7,5 mil garrafas serão exportadas aos Estados Unidos, mas os destilados já alcançaram, além dos EUA, o mercado alemão.

O Alambique Princesa Isabel fica localizado às margens do Rio Doce, com entrada pelo distrito de Bebedouro.

Fonte: Prefeitura Municipal de Linhares

Últimas notícias

Revista Negócio Rural vence prêmio de jornalismo de Pernambuco

O cooperativismo conecta pessoas e também histórias. Que similaridade poderia haver entre as ...

Serenata Italiana será no próximo sábado (09) em Venda Nova do Imigrante

Relembrar os costumes dos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Venda Nova do ...

Expoagro é uma das vitrines para o agronegócio de Mato Grosso

Mato Grosso é destaque internacional quando se trata de agronegócio. E a Capital ...

Colheita de uva é sucesso em Linhares

Ao menos de quatro mil pessoas passaram pelo parreiral de uva do Polo ...

Conheça o vencedor do 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré

O ganhador do 1º Concurso de Café Conilon de Jaguaré foi conhecido neste ...