Café brasileiro campeão de concurso é vendido por R$ 49,6 mil a saca

Fotos: Divulgação/BSCA

O leilão dos melhores cafés especiais do Brasil, na safra 2021, bateu três recordes nesta segunda-feira (20). O pregão, realizado em plataforma on-line, registrou o maior preço médio da história em dólares e reais ao atingir US$ 14,83 por libra-peso, o que equivale a R$ 11.152,33 (US$ 1.961,71) por saca de 60 kg. A arrecadação total foi de R$ 2.127.649,91 (US$ 374.256,80), o melhor nível em reais alcançado desde o primeiro certame do Cup of Excellence no país, em 1999.

No pregão dos vencedores do principal concurso de qualidade do mundo, realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), o maior lance foi pago ao café campeão da competição, produzido por Vitor Marcelo de Queiroz Barbosa, na Fazenda Cachoeira, em Carmo do Paranaíba, na Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro.

Dividido em dois lotes, a primeira fração recebeu o equivalente a R$ 49,6 mil por saca (US$ 66/lb-peso ou US$ 8.730,48) e a segunda R$ 45,9 mil/saca (US$ 61/lb-peso ou US$ 8.069,08). O resultado completo pode ser acessado em: https://bit.ly/3smX4lV.

Segundo a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, a qualidade excepcional dos cafés vencedores e os preços e recordes alcançados demonstram a resiliência da cafeicultura brasileira.

“Quando avaliamos as amostras, tivemos uma grande surpresa, já que a safra 2021 foi impactada por adversidades climáticas, como longo período de seca e altas temperaturas. Mas, os lotes recebidos entregaram uma qualidade ímpar, reforçando que os cafés do Brasil possuem características que os fazem superar os desafios e se sobressaírem. Não à toa, nosso leilão voltou a bater o recorde do maior preço médio da história”, destaca.

ALÉM DO CONVENCIONAL – Como comparação, os desempenhos alcançados no leilão dos vencedores do Cup of Excellence – Brazil 2021 são significativamente maiores do que os preços praticados na Bolsa de Nova York, principal referência para comércio de café arábica no mundo. O lance pago pelo campeão (US$ 66 por libra-peso), por exemplo, é 2.943% superior ao valor de US$ 2,2425 por libra-peso do vencimento março/22 do contrato “C” (fechamento de 20 de dezembro), o mais negociado na plataforma nova-iorquina. Já o preço médio recorde do leilão, que ficou em US$ 14,83 por libra-peso, é 661% maior que a referência da bolsa norte-americana. Os preços em real foram considerados com o dólar cotado a R$ 5,685, conforme fechamento no último dia 17.

CUP OF EXCELLENCE – O principal concurso para cafés especiais do mundo integra as ações do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido pela BSCA e pela Apex-Brasil com foco na promoção comercial do produto brasileiro no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos grãos nacionais em todo o mundo e posicionar o país como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas.

A vigência do atual projeto se dá até março de 2023 e tem como mercados-alvo: i) Canadá, Estados Unidos, China, Coréia do Sul, Japão, Alemanha, Espanha, Polônia, Reino Unido, Turquia, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita para os cafés crus especiais; e ii) Canadá, China, Emirados Árabes Unidos, Chile, Portugal e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem.

O projeto visa, ainda, expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros. As empresas que ainda não fazem parte podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones: (35) 3212-4705 / 99824-9845 / 99879-8943 ou do e-mail: [email protected].

Fonte: Cecafé

Últimas notícias

Valor da contribuição mensal do MEI vai aumentar em fevereiro

Os microempreendedores individuais devem ficar atentos ao reajuste na contribuição mensal, que passa ...

Impacto ambiental urbano pode ser maior que do agro

O Brasil teve um ano de destaque no direito ambiental e terá que ...

Produção de café deve atingir 55,7 milhões de sacas na safra de 2022

Os produtores de café deverão colher a terceira maior safra do grão neste ...

Produtores celebram colheita e resultados da primeira safra de Uvas em Guarapari

Sandra Butke, em suas parreiras no início da produção. Para diversos produtores rurais ...

Ceasa-ES orienta produtores sobre armazenamento adequado de alimentos

A ação, que teve início na última quinta-feira (13) e tem previsão de ...