Campeão brasileiro de torra de café é da Paraíba

Túlio Fernando de Souza, da Nerd Coffee House, de João Pessoa (PB), é o vencedor do 4º Campeonato Brasileiro de Torra. O competidor foi o que se manteve mais fiel à curva planejada, levou o título da competição ao superar outros 22 concorrentes e garantiu sua vaga no World Coffee Roasting Championship, a competição mundial da categoria, que será realizada durante a World of Coffee Milan, entre 23 e 25 de junho, na Itália.

A quarta edição do evento no Brasil, realizada no Torrador Atilla, em Belo Horizonte (MG), integra o cronograma de ações do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), e teve como presidente do júri o polonês Lukasz Jura, experto em competições de torra e representante da World Coffee Events (WCE).

Continua após o anúncio

“Como representante do mercado de cafés de qualidade no Brasil, desde o conhecimento técnico e científico da matéria-prima até a comercialização com empresas e consumidores finais, vejo com imensa importância o fomento de campeonatos, como os que a BCSA promove, a fim de manter em constante evolução o crescimento da cadeia produtiva nacional”, destaca o campeão.

Souza também considera importante, como caminho para sua constante evolução, a valorização de equipamentos e métodos de torra desenvolvidos no Brasil. “O modelo preditivo de torra de Ensei Neto, do qual sou um fiel adepto, é um exemplo nesse sentido ao usar marcadores sensoriais visuais e olfativos. Conhecer os percursos até chegar a uma xícara de excelência passa pelo conhecimento e pelo domínio técnico dos processos. Conhecer a si mesmo é fundamental, assim também como o entendimento do funcionamento dos equipamentos e utensílios necessários para construir uma jornada de excelência”, explica.

E conclui que a contínua busca por aprendizado é indispensável. “A imersão em vivências de campo e laboratoriais, como também de mercado, são ferramentas imprescindíveis para uma eficiente caminhada em busca de uma eficaz valorização da profissão de torrefador”, completa.

O campeonato nacional teve 23 competidores, que tiveram que planejar e elaborar a melhor torra, no software oficial da Cropster Brasil, para o café oficial do campeonato, patrocinado pela Nucoffee.

Eles passaram por três etapas práticas com os torradores Atilla 2Kg e Atilla 5Kg Gold Plus, da anfitriã do evento, e peneiras da empresa Palini Alves: treinos com o café e os equipamentos oficiais para elaborar o plano de trabalho; a classificação física por defeitos e peneira; e o processo de torra.

Após a avaliação do júri, além do campeão Túlio de Souza, o torrefador Raul Felipe Paulino de Souza, da SMC Specialty Coffees, de Guaxupé, no Sul de Minas Gerais, ficou com o segundo lugar, seguido por Donieverson dos Santos, da Bourbon Specialty Coffees, de Poços de Caldas, também no sul mineiro, que fechou o pódio.

Fonte: BSCA

Últimas notícias

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...

Crimes ambientais são flagrados e embargados em Marechal Floriano

Uma nova fase da “Operação Curupira”, que visa coibir crimes ambientais no Espírito ...

Campanha promove alimentos orgânicos em todo o Brasil

A campanha visa estimular o conhecimento e o consumo de produtos orgânicos O ...

História do cooperativismo cafeeiro capixaba é destaque na biblioteca do Incaper

A biblioteca do Incaper serviu como base para revisões bibliográficas, fontes de dados ...