Castelo e Vargem Alta ganham novas escolas técnicas estaduais

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), anunciou, nesta sexta-feira (07), a criação de duas novas escolas técnicas estaduais: Emílio Nemer, em Castelo, e de Vargem Alta, no município de mesmo nome. O início das atividades das novas escolas está previsto para o segundo semestre de 2022. Com o anúncio, o Governo amplia a Rede de Escolas Técnicas Estaduais (Redetec). As novas escolas técnicas foram instituídas pelas portarias nº 125-R/2021 e a de nº 126-R/2021.

A iniciativa visa ampliar a oferta de vagas voltadas à formação profissional, nos municípios do interior, estimulando o desenvolvimento regional equilibrado e fomentando o empreendedorismo. O anúncio representa a criação das primeiras escolas técnicas estaduais da região Sul do Espírito Santo. Atualmente, as regiões Metropolitana e Norte já possuem escolas técnicas do Governo do Estado: a Vasco Coutinho, em Vila Velha, e a Talmo Luiz Silva, em João Neiva.

“Essa é uma notícia muito boa. São duas novas escolas técnicas estaduais, que vão se agregar a toda estrutura de formação profissional que estamos montando no Espírito Santo. Somos o Estado que mais investiu em educação e infraestrutura no ano passado, além de ser o terceiro que mais investiu em inovação. Essas áreas seguem entre as nossas prioridades. Tudo isso para que os capixabas tenham mais acesso à formação e, consequentemente, ao mundo de oportunidades”, afirmou o governador Renato Casagrande.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, explica que a criação das duas novas escolas técnicas estaduais foi defendida como prioridade pelo governador que, desde 2013, tem a meta de ampliar a oferta de educação profissional no interior do Estado e hoje se consolida dentro da política de educação do Governo.

“A meta foi proposta pelo governador Renato Casagrande e agora ela se concretiza. Os processos dos cursos foram encaminhados para o Conselho Estadual de Educação, em cumprimento à legislação. No segundo semestre deste ano, já temos a expectativa de realizar o processo seletivo e anunciar o início das aulas nas novas escolas técnicas. O acesso à formação profissional será realidade para muitos capixabas. O que era um sonho se tornará realidade em breve”, garante Hoffmann.

De acordo com o secretário, além da microrregião em que estão localizadas essas novas unidades (Central Sul), as escolas técnicas vão contemplar todo o entorno do município (microrregiões Litoral Sul, Caparaó, Sudoeste Serrana). “Será possível evitar a saída dos estudantes para os grandes Centros e com isso, a intenção é contribuir com o crescimento da região”, completou.

Em Vargem Alta, a escola técnica estadual funcionará no distrito de Jaciguá e, além da oferta de cursos técnicos, a unidade será um polo de ensino para oferta de cursos presenciais do Programa Qualificar ES, com cursos de qualificação profissional. A criação da unidade está regulamentada, de acordo com a Portaria nº 126-R/2021. No local, será oferecido o curso técnico em Cooperativismo, visando atender a demanda de mão de obra em sintonia com a vocação regional.

O curso terá carga horária de 800 horas, no turno diurno, e 900 horas, no turno noturno. A oferta será de 90 vagas com entradas semestrais, com 30 vagas em cada turno (matutino, vespertino e noturno). Para se inscrever é necessário já ter concluído ou estar cursando o último ano do Ensino Médio.

No município de Castelo, a escola técnica Emílio Nemer funcionará no Centro da cidade e as vagas serão destinadas ao curso técnico em Internet das Coisas. A atividade está em alta no mercado em função da informatização de diversos setores da economia. Dessa forma, o curso acompanha as mudanças tecnológicas no mundo do trabalho e contemplará os jovens do município e do entorno. O curso terá carga horária de 1.200 horas. Serão ofertadas 90 vagas com entradas semestrais, com 30 vagas em cada turno (matutino, vespertino e noturno). A criação da unidade está registrada na Portaria nº 125-R/2021, publicada no Diário Oficial.

SELEÇÃO – Para se inscrever é necessário já ter concluído ou estar cursando o último ano do Ensino Médio. A previsão é que o processo seletivo seja realizado em junho e o início das aulas, em julho. As etapas de inscrição e seleção serão on-line, por meio do site: www.selecaoaluno.es.gov.br. O candidato se inscreverá inserindo a média das notas nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática do último ano cursado.

Fonte: Governo do Espírito Santo

Últimas notícias

Cavalgada convida população para 54ª Expoagro em Cuiabá (MT)

Foto: Marcelo Camargo – Agronews Uma cavalga reuniu dezenas de cavaleiros e amazonas, na ...

Brasil cria 277 mil novas vagas em maio, batendo recorde 

A economia brasileira gerou, em maio de 2022, 277.018 novas vagas de empregos ...

ABRALEITE promove o 1º Fórum Nacional do Leite

A Associação Brasileira dos Produtores de Leite (ABRALEITE) realizará o 1º Fórum Nacional ...

São Paulo Coffee Festival já tem data confirmada para 2023

Foto: Sergio Parreiras Pereira Entre os dias 24 e 26 de junho de ...

Pecuária leiteira de precisão é tema principal do Anuário Leite 2022

Publicação acaba de ser lançada e está disponível para download no site da ...