Cervos vindos da Índia são as novas atrações do Bioparque das Aves

Quem visita o Bioparque das Aves, em Domingos Martins, na Região Serrana do Espírito Santo, vai conhecer muito mais do que as dezenas de espécies de aves. No local também há mamíferos, répteis, entre diversos outros atrativos, como a tirolesa. Os mais novos moradores são um casal de cervo-de-timor (Rusa timorensis), originários do continente asiático.

Também conhecido como sambar-de-java, o mamífero é comum em Java e Bali, na Indonésia. O casal que chegou às montanhas capixabas veio da Índia, que fica no continente asiático, e foi direto para o Ceará. Do estado nordestino, os cervos – ainda considerados filhotes – fizeram uma viagem de carro, que durou quatro dias, até o Bioparque das Aves.

Continua após o anúncio

Os animais já estão disponíveis para serem vistos pelos visitantes, que podem aproveitar o feriadão para conhecerem o local, que estará aberto neste fim de semana e também na próxima segunda-feira (25), feriado de Nossa Senhora da Penha.

Essa espécie de cervo acasala nos meses de julho e agosto, quando os machos se enfrentam em duelos, em seus habitats naturais. A fêmea dá à luz a uma a duas crias, após uma gestação de oito meses. As crias são amamentadas durante 6 a 8 meses, e a maturidade sexual é atingida entre os 3 e os 5 anos, dependendo das condições do habitat. Eles vivem entre 15 e 20 anos, tanto em estado selvagem como em cativeiro.

PROMOÇÃO NO RESTAURANTE – E para aqueles que gostam de uma boa culinária, o Bioparque é o lugar certo nas montanhas. Além de toda a estrutura voltada à educação ambiental e ao contato com a natureza, é possível saborear pratos exóticos e exclusivos na região, preparados na parrilla – espécie de churrasqueira em que as carnes são feitas em uma grande grelha – ou na cafeteria.

O cordeiro é um dos pratos feitos na parrilla e bastante pedido no restaurante do Bioparque das Aves

Entre os itens do cardápio, destacam-se a rã, o jacaré, a truta premium, o cordeiro e cortes bovinos especiais, como chorizo especial, o ancho e o steak bone. E neste final de semana, haverá promoções nos valores de alguns pratos.

A cafeteria é outro espaço disputado pelos visitantes. No cardápio, um destaque especial é o tradicional lanche argentino: choripán. Trata-se de uma linguiça artesanal da roça, servida com pão francês redondo, com vinagrete e molho especial e acompanhado de batatas rústicas. Já os cafés especiais são preparados com métodos diferenciados por uma barista.

Serviço

  • Como chegar: Rota dos Ipês, Chapéu, Soído de Cima, Domingos Martins, distante 8 km da Sede
  • Funcionamento: sexta-feira (11h às 18h); sábado (8h30 às 18h) e domingo (8h30 às 18h). Entrada permitida até 16h30
  • Valores: R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia (têm direito à meia entrada estudantes com a carteirinha, pessoas acima de 60 anos, doadores de sangue, professores e pessoas com necessidades especiais). Os valores não incluem pescaria esportiva, tirolesa e pedalinho
  • Tirolesa: R$ 30 por pessoa

Últimas notícias

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...

Crimes ambientais são flagrados e embargados em Marechal Floriano

Uma nova fase da “Operação Curupira”, que visa coibir crimes ambientais no Espírito ...

Campanha promove alimentos orgânicos em todo o Brasil

A campanha visa estimular o conhecimento e o consumo de produtos orgânicos O ...

História do cooperativismo cafeeiro capixaba é destaque na biblioteca do Incaper

A biblioteca do Incaper serviu como base para revisões bibliográficas, fontes de dados ...