Conab inclui soja, arroz, feijão, trigo e café em portal de informações agropecuárias

Dentro da missão de produzir dados da agropecuária brasileira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ampliou o painel de Produtos 360° apresentados no Portal de Informações Agropecuárias. Agora é possível ter uma visão geral não só do milho como dos principais produtos cultivados no país.

A partir deste mês de dezembro, o painel passou a apresentar também dados, por produto, de soja, arroz, feijão, trigo e café. Em relação às seis culturas, estão disponíveis informações como a variação dos preços ao produtor, a comparação entre custos de produção e preços recebidos, o quadro de oferta e demanda, os dados de produção e a balança comercial.

Após a atualização do Portal, também será publicado o comentário semanal do analista da Companhia sobre o mercado de cada cultura, na funcionalidade “Conjuntura Semanal”. Os dados dos Produtos 360º são atualizados de acordo com a dinâmica de cada cultura e estão disponíveis por estado produtor.

No Portal de Informações Agropecuárias, além do raio-x sobre os principais cultivos na área Produtos 360º, são apresentadas informações sobre abastecimento, agricultura familiar, armazenagem e logística, mercado hortigranjeiro, preços mínimos, produção agrícola, séries históricas, entre outras.

Fonte: Conab

Últimas notícias

Evento reunirá cultura, arte e sabores capixabas em Cariacica

Valorizar as produções capixabas, em especial, as que são originalmente cariaciquenses. Esse é ...

Conab apresenta programas para o Espírito Santo durante a Exposul

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai participar, nos próximos dias 22 e ...

Cup of Excellence define finalistas e lotes para marketplace

O júri nacional do Cup of Excellence - Brazil 2021 definiu, hoje, as 40 amostras ...

Preço do leite no Brasil supera cotação internacional

Os preços dos produtos lácteos no mercado externo, de acordo com a plataforma ...

Exportações de ovos crescem 137,7% em 2021

Embarques de setembro são 122,5% maiores Levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal ...