Congresso das Mulheres do Agronegócio terá debate sobre “Bioeconomia” e a relação entre o progresso econômico e o meio-ambiente

Mesa-redonda reunirá representantes de diferentes elos da cadeia produtiva para discutir os melhores direcionamentos para o produtor rural

A Bioeconomia e suas implicações para o agronegócio serão discutidas durante mesa-redonda no 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio – CNMA, que ocorre entre os dias 25 e 27 de outubro, das 9h às 13h30, em Digital Experience.

A Bioeconomia é o campo do conhecimento que oferece soluções sustentáveis para uma relação mais harmônica entre o progresso econômico e o meio ambiente. Diante disso, os debates abordarão, entre outros assuntos, como os proprietários rurais, empresários e empreendedores podem se organizar financeiramente para avançar até uma gestão sustentável, além de discutir a sustentabilidade do ponto de vista econômico, sistemas de produção sustentáveis, o papel dos bancos como agentes de mudanças e apoios disponíveis como créditos e ativos verdes.

A moderação do painel será feita pela comentarista de Economia e apresentadora na Jovem Pan e na TV Gazeta, Denise Campos de Toledo, que terá como convidados presidente-executivo do Conglomerado Financeiro Alfa, Fabio Amorosino; CEO do Banco XP, José Berenguer; presidente da Cooperativa Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP, Jaime Basso; Chief Commercial Officer of CME Group, Julie Winkler; diretor de Sustentabilidade Corporativa do Bradesco, Marcelo Pasquini e diretor de Agronegócio do Itaú BBA, Pedro Fernandes.

Para Fabio Amorosino, o Brasil é o país com a biodiversidade mais representativa em todo o mundo, por isso é fundamental o debate entre diferentes lideranças da cadeia produtiva visando estudar formas de fomentar o agronegócio sustentável. “Acredito que a área financeira pode ser um indutor importante de práticas neste sentido. No Alfa, por exemplo, atuamos também por meio de iniciativas como a ‘Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura’, movimento multissetorial que tem como objetivo promover ações concretas para o enfrentamento dos desafios das mudanças climáticas e a construção de uma nova economia: sustentável e de baixo carbono”, detalha.

A Chief Commercial Officer of CME Group, Julie Winkler explica que a transição para zerar as emissões de gases de efeito estufa exigirá uma série de soluções criativas, incluindo inovações financeiras. “Como líderes no CME Group (Bolsa de Chicago), estamos comprometidos em desenvolver produtos e serviços que ajudem o mercado global a gerenciar melhor os riscos climáticos, ao mesmo tempo que ajudamos a apoiar a mudança para uma economia mais sustentável”.

Para mais informações ou para participar do 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, pode acessar o site https://www.mulheresdoagro.com.br/inscricoes/.

Serviço

6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio – CNMA

Data: 25 a 27 de outubro de 2021

Horário: Das 9h às 13h30

Inscrições: www.mulheresdoagro.com.br

Últimas notícias

Senar lança cursos gratuitos de drones e inseminação artificial. Inscreva-se!

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) lançou três cursos de curta duração, ...

Especialistas do Brasil e exterior debatem mercado halal

O fórum de negócios Global Halal Brazil ocorre na próxima semana e terá ...

Estados Unidos mudam regras para ingresso de cães procedentes do Brasil

Os animais que chegam de países classificados como de alto risco para raiva, ...

Entidades afirmam que caso das búfalas de Brotas foge à regra dos produtores

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) publicou ...

Cadeia produtiva do leite é destaque em novo Boletim da Agricultura Familiar da Conab

Já está disponível, no site da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a publicação ...