Cooperativismo capixaba movimentou R$ 6,6 bilhões em 2020

Informação está presente no Anuário do Cooperativismo Capixaba 2021, lançado pelo Sistema
OCB/ES nessa quarta-feira (28)

O cooperativismo capixaba mostrou a sua força e todo o seu potencial ao longo de 2020, mesmo diante de todas as dificuldades impostas pela pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19). É o que aponta o Anuário do Cooperativismo Capixaba, lançado nessa quarta-feira (28) pelo Sistema OCB/ES. A publicação indica que, no último ano, as cooperativas movimentaram R$ 6,6 bilhões em ingressos e receitas, mantendo os patamares pré-pandemia e sendo responsáveis por 4,7% do Produto Interno Bruto (PIB) nominal do estado.

Os dados também remetem para um significativo crescimento no número de cooperados, que passou de 435 mil em 2019 para mais de 500 mil em 2020, ou seja, um aumento de 15,5%. Com isso, a quantidade de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente com o movimento cooperativista no estado também cresceu, superando a marca de 1,5 milhão de pessoas (37,8% da população capixaba estimada).

Além disso, esse modelo de negócio também deixou clara a sua capacidade de gerar trabalho e renda para milhares de pessoas, mantendo a tendência de crescimento no número de empregos. Foi registrado um aumento na quantidade de postos de trabalho entre 2019 e 2020 de 6,3%, passando de 9.023 colaboradores para 9.592. O crescimento ganha um significado ainda maior ao se observar o índice de desocupação no Espírito Santo, que subiu 1,7% no último ano.

E mesmo em meio à pandemia, as cooperativas capixabas recolheram R$ 429 milhões em tributos (impostos e taxas) em 2020. Os ramos que mais recolheram tributação foi o Saúde, seguido pelo Agropecuário. O resultado aponta que essas atividades mantiveram seus ritmos de funcionamento.

RESULTADOS POR RAMOS – Entre os setes ramos de atuação do cooperativismo capixaba, três deles foram responsáveis pelos maiores resultados econômicos em 2020. Em primeiro lugar, veio o Ramo Agropecuário, com uma movimentação de R$ 2,4 bilhões. Na sequência, vem o Ramo Saúde, com R$ 2,3 bilhões. O Ramo Crédito ocupa a terceira colocação, com uma movimentação de R$ 1,7 bilhão. Juntas, elas são responsáveis por 96,7% de toda a movimentação registrada pelo movimento cooperativista capixaba no último ano.

Em termos de número de cooperados, os ramos que mais concentram pessoas são o Crédito e o Agropecuário, com 432.429 e 35.105, respectivamente. Já em número de colaboradores, esses ramos também se destacam, ficando o Saúde em primeiro lugar (4,7 mil), o Agropecuário em segundo lugar (2,3 mil) e o Crédito em terceiro lugar (2,1 mil).

De acordo com o presidente do Sistema OCB/ES, Dr. Pedro Scarpi Melhorim, os indicadores mostram em dados o que a população capixaba consegue perceber no dia a dia: que o cooperativismo é um modelo de negócio sólido e que promove a transformação. “Em plena pandemia, as cooperativas se empenharam para entregar o melhor à sociedade. Isso demonstra a força e o poder de adaptação do nosso movimento”, diz.

O superintendente da instituição e presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae-ES, Carlos André Santos de Oliveira, explica que dar visibilidade aos dados é garantir o desenvolvimento do cooperativismo. “Quanto mais as pessoas conhecerem toda essa potencialidade, pujança e resiliência, mais elas vão enxergar nas cooperativas um campo de oportunidades, seja como cooperado, como colaborador ou como cliente”, finaliza.   

SOBRE O ANUÁRIO – O Anuário do Cooperativismo Capixaba 2021 é uma iniciativa do Sistema OCB/ES. O seu objetivo é reunir, em uma só publicação, dados confiáveis e significativos sobre o cenário do cooperativismo no Espírito Santo. Assim, é possível avaliar a evolução das cooperativas e a sua influência no desenvolvimento econômico e social de todas as regiões do estado.

A segunda edição do anuário foi lançada na tarde dessa quarta-feira (27/10), em uma evento transmitido on-line pelo canal do Sistema OCB/ES no Youtube (clique aqui para assistir). O arquivo já está disponível para ser acessado, gratuitamente, no site da instituição (clique aqui).

Fonte: OCB-ES

Últimas notícias

Ufes obtém registro de nova cultivar de café conilon com alto teor de cafeína

A Ufes obteve o registro de mais uma cultivar de café conilon no ...

Promoção de cafés especiais do Brasil em Dubai pode render US$ 23,4 milhões

Ação coordenada pela BSCA levou 19 empresas brasileiras à World of Coffee, que ...

Vinícolas gaúchas promovem atrações para celebrar a colheita da uva

Crédito: Renato Soares/MTur Tem início a temporada da Vindima no Sul do país ...

Parceria prevê US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano

Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a ...

Valor da contribuição mensal do MEI vai aumentar em fevereiro

Os microempreendedores individuais devem ficar atentos ao reajuste na contribuição mensal, que passa ...