Cuidados essenciais com os equinos durante o inverno

Nutrição deve ser equilibrada para manter a imunidade dos animais

Com a chegada do inverno, o cuidado com a saúde para evitar doenças é maior. Assim como para os humanos, os cavalos também precisam de precauções para manter o bem-estar e a saúde.

Assim como a nossa gripe, os cavalos podem ter a influenza equina, que podem causar febre, tosse, secreção nasal, letargia e, apesar de ter uma baixa taxa de mortalidade em cavalos adultos, os potros podem apresentar sinais graves de pneumonia, podendo levar à morte. Os cavalos também estão suscetíveis à adenite equina (Garrotilho), uma doença bacteriana contagiosa que acomete equinos de todas as idades e ataca o sistema respiratório do animal. Para evitar que essas e outras doenças aconteçam, seguem algumas dicas:

NUTRIÇÃO –  Esse é um dos cuidados mais importantes do cavalo durante o inverno. Quando as baixas temperaturas chegam, os cavalos tendem a gastar mais energia para manter o metabolismo estável, por isso, uma dieta mais calórica é necessária, evitando assim diminuição do escore corporal do animal.

“Além disso, é fundamental ficarmos atentos com a ingestão de água, pois nesta época do ano, a temperatura da água também cai, consideravelmente, e os cavalos não gostam de beber água gelada, o que pode levar à cólicas por compactações de fibra no intestino grosso. Portanto, recomendamos a ingestão forçada do sal mineral com a ração, para evitar estes tipos de problemas.” explica Cláudia Ceola, médica veterinária e supervisora técnica de equinos da Guabi.

O fornecimento de fibra de boa qualidade e uma dieta balanceada são sempre essenciais para o bom funcionamento do trato gastrointestinal dos cavalos.

ESTÁBULO – É importante que o local onde o cavalo durma esteja sempre limpo, com cama apropriada (maravalha, serragem ou feno) e protegido de vento.

EXERCÍCIOS – Os exercícios são recomendados no inverno não só para manter o condicionamento físico do animal, mas também para manter o trânsito intestinal e o escore corporal, uma vez que a ingestão de alimento é maior, e os animais tenderem a ficar mais confinados neste período. “Os exercícios combinados com uma dieta reforçada e adaptada proporcionam ao cavalo a energia necessária e proporcionam uma boa performance”, completa Claudia.

HIGIENE –  É normal dar banho no cavalo após um dia cheio de atividades e exercícios mais puxados, porém no inverno a atenção precisa ser redobrada. Para preservar sua saúde, é recomendado a meia ducha, ou em casos de banho inteiro, que sejam pela manhã, para que o animal esteja totalmente seco no período de seu descanso à noite. 

POTROS –  Para os recém-nascidos, o cuidado é ainda maior. As doenças respiratórias e as diarreias são muito comuns e podem ser letais para os potros, se não forem tratados com mais atenção. A suplementação das éguas paridas com ração nas secas, onde a escassez dos pastos está presente, é fundamental para a produção de leite de qualidade, garantindo saúde ao potro.

Últimas notícias

Abacate: dos quintais para os espaços gourmets e fitness

Alçado a "super alimento" e ingrediente diferenciado em restaurantes, fruta teve seu valor ...

Liberados R$ 7,4 milhões para custear pesquisas e inovações na cafeicultura

O apoio do Conselho Nacional do Café (CNC) à demanda apresentada pela Embrapa ...

Mercado de alimentos à base de vegetais é tema de workshop

Ministério tem buscado levantar informações junto ao setor que possam embasar uma futura ...

Lançada plataforma tecnológica com dados do solo brasileiro

Ferramenta fortalece produção agrícola e manejo sustentável da terra O conhecimento dos solos ...

Um município capixaba entra em risco alto e 49 estão em risco moderado para Covid-19

Julio Huber O novo mapa de risco para Covid-19 (coronavírus) foi divulgado na ...