Dez municípios do interior capixaba passam para risco alto de transmissão da Covid-19

Venda Nova do Imigrante é um dos municípios que passam para o Risco Alto

O governo estadual divulgou o novo Mapa de Risco para a Covid-19. Da próxima segunda-feira (13) até o domingo (19), dez municípios do interior passam a integrar a classificação de alto risco para a transmissão de coronavírus.

Nesta semana, 41 cidades seguem em risco alto e outras 37 em risco moderado. Não há nenhum município em risco baixo ou risco extremo. Entram em risco alto Afonso Cláudio, Apiacá, Atílio Vivacqua, Brejetuba, Jerônimo Monteiro, Mimoso do Sul, Pinheiros, Sooretama, Venda Nova do Imigrante e Vila Valério. Saem do risco alto para o moderado Boa Esperança, Divino de São Lourenço, Fundão, Guaçuí, João Neiva, Montanha, Mucurici, Ponto Belo, Santa Teresa e Viana.

A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20/04, considerando apenas o coeficiente de incidência. No dia 04 de maio foi inserida a matriz de risco como ferramenta do mapa de risco, constando o coeficiente de incidência e taxa de ocupação de leitos de UTI.

Em 25 de maio, a matriz de risco foi ampliada com a inserção da taxa de letalidade, índice de isolamento social e percentual da população acima de 60 anos. No dia 13 de julho será implementada a Matriz de Risco Ajustada, que constará o coeficiente de incidência e taxa de letalidade dos municípios no período dos últimos 28 dias.

A Matriz de Risco Ajustada trata os dados relativos às estratégias dos municípios no período epidemiológico das últimas quatro semanas. A partir da próxima semana não serão consideradas as regras de 14 dias para a saída do risco alto, limítrofe dos municípios do risco alto e conurbação da Grande Vitória.

O mapa de risco segue orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle, composta pelo Corpo de Bombeiros do Espírito Santo, Defesa Civil, Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e Instituto Federal do Espírito Santo (IFES). As decisões adotadas no Espírito Santo seguem parâmetros técnicos.

Até a manhã deste sábado (11), de acordo com o Painel Covid-19, do Governo do Estado, 61.361 pessoas testaram positivo para a doença. Dessas, 1.967 morreram e 40.983 se curaram em todo o Espírito Santo.

Fonte: Governo do Estado

Últimas notícias

Rastreabilidade do gado atende às exigências do mercado europeu e proporciona maior rentabilidade aos pecuaristas

O mercado internacional de carne bovina está em crescimento. Segundo o USDA, serão ...

Cinco plantas para melhorar a energia do lar

Elas servem para perfumar, embelezar e até mesmo para alimentar. Mas o que ...

Oeste da Bahia vai ampliar cultivo de cereais e pode ajudar autossuficiência do Brasil

A triticultura da região oeste da Bahia pode contribuir na busca por autossuficiência ...

Mundo digital é uma oportunidade de negócios no agro

O agronegócio avançou fortemente em termos de digitalização durante a pandemia do novo ...

Estudantes realizam ação de reflorestamento em Colatina

A atividade foi coordenada pelo Núcleo de Educação Ambiental e Agroecologia Estudantes e ...