Documentário de Carmen Perez terá pré-lançamento para o agro no 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio

Evento será nos dias 25, 26 e 27 de outubro, das 9h às 13h30 em formato Digital Experience; as inscrições seguem abertas

O documentário “Quanto Ouvi a Voz da Terra”, da pecuarista referência em bem-estar animal, Carmen Perez, terá o seu pré-lançamento para o agronegócio durante o 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio – CNMA, que ocorrerá entre os dias 25 e 27 de outubro em Digital Experience.  Durante os três dias de evento, ela comandará um painel que contará com convidados e ainda apresentações dos bastidores e cenas exclusivas.

O pioneirismo da fazendeira à frente da Fazenda Orvalho das Flores, e o ativismo em saúde e bem-estar animal são o ponto de partida para o filme, que traz novas narrativas e personagens inspiradores para quebrar paradigmas sobre o setor pecuarista brasileiro.

Continua após o anúncio

Em dois meses de produção, além da fazenda de Carmen, no Mato Grosso, a equipe visitou fazendas em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Pará, somando 12,5 mil quilômetros de estrada e infinitas histórias. Ao total são quase 40 horas de gravação, que foram carinhosamente transformadas em uma obra documental da agropecuária brasileira com aproximadamente 70 minutos.

A proposta é fornecer elementos para que as pessoas tenham mais informação da realidade sobre o campo brasileiro e, quem sabe, ajudar a construir um novo imaginário acerca da pecuária, desmistificando algumas ideias negativas. “A ideia central do documentário é dizer, por meio de vozes do campo, que a prioridade é prezar pelo bem-estar animal e que isso significa tratar o bicho com respeito e gentileza desde o nascimento; compreender suas necessidades e conduzir naturalmente seu comportamento genuíno, como manter a natureza em harmonia, respeitando as pessoas e tudo mais que cerca a criação”, resume Carmen.

“Quando Ouvi a Voz da Terra” foi idealizado por Carmen Perez, em parceria com o diretor Nando Dias Gomes e a jornalista Flávia Tonin, tem roteiro livre e é favorecido pelos cenários traçados pela própria natureza, dando luz a uma fotografia impecável, além da linha poética e humana que permeia toda a narrativa. A trilha sonora original do documentário foi feita sob o cuidado do violeiro Guito, que é uma das novas revelações brasileiras para o estilo musical.

Patrocinado pelas empresas Corteva Agriscience, Elanco Saúde Animal, JBS, KWS Sementes e Primaq/Case IH; e apoio do 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio e da Beckhauser. A direção de Fotografia é assinada por Ricardo Dias Gomes; som direto, por Dimas Caetano e Formiga Matarazzo; e a produção executiva é de Carmen Perez e Flávia Tonin.

Para mais informações ou para participar do 6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, acesse https://www.mulheresdoagro.com.br/inscricoes/.

Serviço

6º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio – CNMA

Data: 25 a 27 de outubro de 2021

Horário: Das 9h às 13h30

Inscrições: www.mulheresdoagro.com.br

Últimas notícias

Evento em Vitória destaca a importância da agricultura familiar capixaba

A agricultura familiar é uma das responsáveis por contribuir com os alimentos que ...

Avião caracterizado de abelha decola em homenagem aos maiores polinizadores do planeta

Piloto de aviões agrícolas há mais de 40 anos, José Paulo Garcia fez ...

Cobra aparece em pátio de prefeitura e é capturada pela Polícia Ambiental

Policiais do Batalhão de Policia Ambiental (BPMA), em Afonso Cláudio, foram acionados para ...

Até quando vai o frio?

De acordo com a Climatempo, a posição da massa de ar polar ainda ...

Exportações do agronegócio em abril alcançam recorde para o mês

As exportações do agronegócio brasileiro em abril totalizaram US$ 14,86 bilhões, valor recorde ...