Edital Doce ES divulga resultado da primeira fase de classificação de projetos

Foram selecionados projetos dos municípios de Aracruz, Baixo Guandu, Colatina, Conceição da Barra, Fundão, Linhares, Marilândia, São Mateus, Serra e Sooretama

O resultado da primeira fase de classificação de propostas para o Edital Doce ES, que abrange as áreas de cultura, turismo, esporte e lazer, foi divulgado pela Fundação Renova. Foram selecionados 88 projetos de dez municípios capixabas, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população nas áreas impactadas no Espírito Santo pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). A lista está publicada no site da Fundação Renova (www.fundacaorenova.org/paineis/edital-doce-es/).

Após a análise técnica foram selecionados projetos dos municípios de Aracruz, Baixo Guandu, Colatina, Conceição da Barra, Fundão, Linhares, Marilândia, São Mateus, Serra e Sooretama. Os proponentes classificados serão contatados individualmente via plataforma Prosas e por e-mail para iniciar o processo da Fase 2 – Habilitação.

Os critérios avaliados nesta primeira fase levaram em conta a localidade de execução do projeto, a adequação às temáticas, ao contexto e ao público beneficiado, o tipo de proponente, a capacidade, e a viabilidade do projeto, bem como a relevância da proposta para o território e possíveis legados que deixarão.

“A comissão avaliadora analisou tecnicamente as propostas que se adequaram ao edital, com projetos voltados para a coletividade e melhoria da qualidade de vida nos territórios”, diz a analista do programa de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Fundação Renova, Érika Carvalho.

A próxima etapa fará a análise documental dos projetos e terá caráter eliminatório. De acordo com o cronograma, o prazo de envio da documentação dos proponentes será encerrado na primeira semana de junho. Todo o processo será feito de forma on-line.

O investimento total do Edital Doce ES será de até R$ 4,5 milhões, alocados de forma a respeitar a estimativa de valores por municípios previstos. Os projetos de pessoas físicas, microempreendedores, coletivos e grupos informais, organizações sem fins lucrativos e empresas atuantes nos municípios deverão executar as iniciativas em até 12 meses. 

A fim de que o recurso destinado ao Edital Doce ES seja utilizado em sua potencialidade máxima, houve uma retificação da minuta para que os valores fossem remanejados entre as áreas (Cultura, Esporte e Lazer e Turismo), sempre respeitando o valor global de cada município.

A avaliação dos projetos é realizada conforme os critérios definidos na Matriz de Avaliação, divulgada junto com o edital. Os participantes devem ficar atentos ao cronograma para acompanharem as etapas do processo e divulgação dos resultados no site da Fundação Renova.

Cronograma do edital

27/4 – Início do período para envio da documentação das propostas classificadas na análise técnica e para os projetos que estão na lista de espera

5/6 – Fim do período para envio da documentação das propostas classificadas na análise técnica e para os projetos que estão na lista de espera

12/6 – Fim da análise documental

18/6 – Divulgação dos projetos aprovados no Edital Doce ES

Fonte: Fundação Renova

Últimas notícias

Rastreabilidade do gado atende às exigências do mercado europeu e proporciona maior rentabilidade aos pecuaristas

O mercado internacional de carne bovina está em crescimento. Segundo o USDA, serão ...

Cinco plantas para melhorar a energia do lar

Elas servem para perfumar, embelezar e até mesmo para alimentar. Mas o que ...

Oeste da Bahia vai ampliar cultivo de cereais e pode ajudar autossuficiência do Brasil

A triticultura da região oeste da Bahia pode contribuir na busca por autossuficiência ...

Mundo digital é uma oportunidade de negócios no agro

O agronegócio avançou fortemente em termos de digitalização durante a pandemia do novo ...

Estudantes realizam ação de reflorestamento em Colatina

A atividade foi coordenada pelo Núcleo de Educação Ambiental e Agroecologia Estudantes e ...