Embrapa Suínos e Aves auxiliará nos testes do Covid-19

A Embrapa Suínos e Aves auxiliará o combate ao coronavírus (Covid-19) no Brasil. Na primeira quinzena de maio, a instituição atuará no diagnóstico de Covid-19 para atender a demanda nos testes rápidos de Concórdia e região do Alto Uruguai Catarinense (AMAUC) em apoio ao Ministério da Saúde e ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC).

A Unidade fará os testes em um dos seus laboratórios do Complexo de Sanidade e Genética Animal, no NB3, de alta biossegurança. A estrutura desse laboratório foi finalizada em 2014 e apoia o desenvolvimento e validação de técnicas de diagnóstico, bem como o isolamento, caracterização, controle e prevenção de microrganismos infecciosos de interesse das cadeias suinícola e avícola.

De acordo com a chefe geral da Unidade, Janice Zanella, todos os critérios e orientações para atendimento dos testes estão sendo feito junto ao Lacen/SC, em conformidade e ciência das estruturas de vigilância sanitária municipal. A primeira etapa já está concluída, que foi a oficialização da estrutura e equipe da Embrapa para atendimento das demandas. A segunda fase é a organização da documentação para atender a critérios estabelecidos por meio de Portaria do Lacen, publicada em 9 de abril. “Já estamos trabalhando nestas adequações, uma vez que nossos laboratórios e equipe têm experiência em diagnósticos de saúde animal”, explicou Janice.

A equipe que atuará nos testes será formada por 15 profissionais, de áreas como virologia, imunologia, genética, bacteriologia, patologia, biologia e de técnicos de laboratório. “Teremos dois profissionais que serão treinados para a realização específica dos testes junto ao Lacen, em Florianópolis, que farão posteriormente o treinamento da equipe em nossa Unidade”, explicou.

COMO VAI FUNCIONAR – O envio dos kits será feito pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), uma unidade da Fundação Oswaldo Cruz (vinculada ao Ministério da Saúde) responsável pelo desenvolvimento tecnológico e pela produção de vacinas, reativos para diagnóstico e biofármacos, para o Lacen. Os demais insumos, bem como EPIs, serão de responsabilidade da Unidade.

“Além dos materiais que temos aqui, arrecadamos insumos junto a parceiros privados, e a Embrapa, através da Diretoria Executiva, está buscando recursos para compra emergencial. Isso irá garantir o atendimento dos diagnósticos”, comentou a chefe geral.

Janice destaca ainda que a Embrapa não será responsável pelas coletas de material e demais encaminhamentos. “As coletas serão feitas pelos profissionais habilitados da rede de saúde, como da secretaria de saúde municipal e do Hospital São Camilo. Após isso, o material segue para a Embrapa fazer os testes e diagnósticos”, explicou.

Assim, a chefe geral reforça que a Embrapa não tem autonomia para testar as pessoas diretamente, pois não haverá nenhuma estrutura ou atendimento na sede da Unidade. Apenas a equipe habilitada para o trabalho com os kits e diagnósticos é que estará no laboratório.

A equipe da Embrapa Suínos e Aves organizou um fluxo, identificando as etapas em que serão realizados os testes, incluindo todos os aspectos de biossegurança. As etapas incluem desde a recepção das amostras clínicas, a preservação em laboratório, extração automatizada e lavagem e esterilização de materiais e equipamentos. O resultado dos testes será enviado ao Lacen/SC que emitirá o laudo oficial.

“A Embrapa sempre esteve à disposição para atuar na pandemia. Desde o início, estamos envolvidos em ações junto ao município de Concórdia e atuando de acordo com os preceitos e orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, por meio da Coordenação Geral de Laboratórios”, destacou a chefe geral.

COLABORAÇÃO COM A COMUNIDADE – Ainda em março, no dia 24, no início das ações de contenção e isolamento em função da Covid-19, a Embrapa Suínos e Aves fez entregas para o Hospital São Camilo e para a Secretaria Municipal de Saúde de Concórdia de alguns materiais, como máscaras comuns, máscaras PFF2, máscaras N95, calças e aventais TNT, caixas de luvas, álcool e álcool em gel. Tudo em quantidades para atender as primeiras ações.

Outra entrega de material ocorreu para a Polícia Militar, com a doação de álcool 92% e de álcool reciclado, para uso na limpeza das viaturas. Para a equipe do Mapa, que atende no município, também foram entregues caixas de luvas e máscaras.

Fonte: Embrapa Suínos e Aves

Últimas notícias

ATENÇÃO: chuva forte e rajadas de vento atingem a Grande Vitória e municípios do interior capixaba

A chuva forte prevista pela Coordenação de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, ...

Projeto do ES é selecionado em concurso de soluções para restaurar a bacia do rio Doce

Cinco iniciativas de plantio sustentável com fins econômicos foram selecionadas em parceria realizada ...

ES integra operação nacional Mata Atlântica em Pé

O balanço da ação no Estado será apresentado no próximo dia 1º, em entrevista ...

Programa CNA Jovem tem 3.742 inscritos e seleciona 1.400 para oficinas digitais

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) apresentou o primeiro balanço das atividades ...

Conab: safra brasileira de café é a segunda maior da história

Em seu 3º Levantamento da Safra 2020 de café, a Companhia Nacional de ...