Fraca demanda e baixa liquidez seguem pressionando cotações de ovos

Os preços dos ovos, que iniciaram o mês de junho em alta, não mantiveram o movimento no restante do mês, conforme era esperado por agentes do setor.

Segundo colaboradores do Cepea, desde o dia 10, as cotações vêm sendo pressionadas pela demanda enfraquecida e a consequente baixa liquidez, que elevaram os estoques em grandes produtores e/ou distribuidores.

O descompasso entre oferta e procura tem levado agentes a reprogramar os descartes de poedeiras mais velhas, que, de acordo com colaboradores do Cepea, têm sido dificultados, uma vez que muitos frigoríficos ainda estão funcionando de forma parcial.

Fonte: Cepea

Últimas notícias

Mapa e Ministério da Economia atendem a pleito do CNC e encontram caminhos para o pagamento do Brasil à OIC

As gestões realizadas pelo Conselho Nacional do Café (CNC), junto ao Governo Federal, ...

Fruticultura brasileira ganha mais um aliado no combate à mosca das frutas

Nova especificação de referência traz ingrediente ativo inédito para monitoramento e controle de ...

Novas normas de identidade e qualidade para bebidas não alcoólicas entram em vigor em junho

A regulamentação traz novas possibilidades de inovação ao criar a categoria de bebida ...

Setor de carnes do Brasil será representado em uma das maiores feiras de alimentos da China

Em um período estratégico para o fortalecimento de negócios com o mercado asiático, ...

Webinar debate mudanças da educação de crianças e jovens sobre o agronegócio

Incentivar os estudantes a conhecer o agro, ensinar o quão valoroso é o ...