Frevo e Ciranda do Nordeste são oficializados como Patrimônios Culturais do Brasil

Foto: Roberto Castro/MTur

Títulos foram entregues hoje em Recife (PE)

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, participou nesta sexta-feira (17) em Recife (PE), de cerimônias que oficializaram a revalidação do Frevo e o reconhecimento da Ciranda de Roda do Nordeste como Patrimônios Culturais do Brasil. Os eventos contaram com a participação da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Larissa Peixoto. Essa é mais uma iniciativa do governo federal para fortalecer o setor. No início da semana, o MTur entregou oficialmente o título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Brasil às Matrizes Tradicionais do Forró.

O processo de revalidação do Frevo como Patrimônio Cultural do Brasil teve o objetivo de avaliar as mudanças pelas quais esse bem passou nos últimos dez anos e os impactos gerados pelas políticas de salvaguarda. A revalidação busca também mapear informações para elaborar ações futuras de proteção e valorização desse patrimônio imaterial.

O Frevo foi registrado como Patrimônio Cultural do Brasil em 2007 e sagrou-se Patrimônio Cultural da Humanidade em dezembro de 2012, na 7ª Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, na sede da Unesco, em Paris.

Em maio de 2021 foi aberto o prazo de 30 dias para manifestação da população sobre a revalidação do Frevo e de outros bens culturais. Os interessados puderam opinar sobre o tema até o dia 13 de junho, por meio de formulário digital, via postal ou e-mail. Após esse período, as mensagens foram avaliadas pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.

Já a Ciranda do Nordeste foi reconhecida, por unanimidade, como Patrimônio Cultural do Brasil no dia 31 de agosto de 2021. A decisão foi tomada em reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan. A partir de agora, o Brasil tem, em sua lista, 50 bens registrados como patrimônio imaterial.

A Ciranda do Nordeste é uma forma de expressão que une música, poesia e dança de roda, e é vivenciada como um modo coletivo de celebrar a vida, sem distinções pessoais, delimitações e temporalidades rígidas. A Ciranda está rodeada de significados que envolvem o balanço do mar, os ciclos da vida e as brincadeiras de criança.

Com o reconhecimento, a Ciranda do Nordeste passa a ser acautelado pelo Iphan, que atuará na salvaguarda da manifestação, coordenando a execução de políticas públicas para a reprodução e sustentabilidade da expressão cultural.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou a importância dos reconhecimentos de nossas manifestações culturais pelo Iphan. “Com a oficialização, o Frevo e a Ciranda do Nordeste podem ter acesso a políticas públicas do governo federal, o que vai trazer melhorias para os artistas e contribuir para a geração de emprego e desenvolvimento para o segmento. É mais um legado deixado pelo governo do presidente Bolsonaro”, disse.

A presidente do Iphan, Larissa Peixoto, ressaltou o trabalho do Instituto nos últimos anos. “Em 80 anos de história, o Iphan só havia feito um processo de revalidação. Somente no último ano foram nove processos”, disse, salientando, também, o trabalho da equipe técnica para reconhecimento de patrimônios culturais. “Antes eram dois reconhecimentos por ano e, neste ano, em plena pandemia, reconhecemos quatro”, completou.

FORRÓ – O Ministério do Turismo entregou oficialmente na última segunda-feira (13.12) o título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Brasil às Matrizes Tradicionais do Forró, que são uma forma de expressão multimodal, cujo núcleo é a performance social de um leque de tipos de música e dança. O Forró, desde seus primeiros registros conhecidos, no início do século 20, remete à festa popular e a palavra assumiu também o sentido de um tipo específico de música, cantada ou instrumental.

Com letras inspiradas no universo do homem sertanejo, o Forró nasceu no país há mais de um século e tem movido multidões por onde é tocado. Foi a partir da década de 50, com Luiz Gonzaga, um dos maiores nomes do ritmo, que o Forró deslanchou e gerou diversos outros segmentos, como o Forró Eletrônico, o Pé de Serra e o Universitário. Foi também do astro nordestino, que originou o Dia Nacional do Forró, celebrado no próximo dia 13 de dezembro, aniversário do músico. 

AGROTURISMO – O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, fez visita técnica à ExpoAgro Nordeste 2021, que é realizada no Parque de Exposições do Cordeiro. Ele destacou o crescimento do segmento de agroturismo no país. “Essa é uma atividade que tem crescido bastante no Brasil, que é unir a agropecuária ao turismo”, disse o ministro, citando fazendas de leite que podem abrir queijarias para turistas.

FENEARTE – O ministro Gilson Machado Neto esteve também na 21ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato, a Fenearte, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. O evento, que tem o tema “É Festa no Reino da Arte” homenageia o Movimento Armorial, iniciativa artístico-cultural idealizada pelo escritor e dramaturgo Ariano Suassuna. A Fenearte deste ano possui 700 estandes, atraindo 5 mil artesãos e artistas em todos os estados brasileiros. São esperados 200 mil visitantes durante os dez dias de evento.

“É a maior feira de economia criativa do mundo e queremos, em breve, levar essa proposta para que outros países possam conhecer a nossa cultura, a nossa gastronomia e os nossos produtos”, disse o ministro do Turismo.

Fonte: Ministério do Turismo

Últimas notícias

Valor da contribuição mensal do MEI vai aumentar em fevereiro

Os microempreendedores individuais devem ficar atentos ao reajuste na contribuição mensal, que passa ...

Impacto ambiental urbano pode ser maior que do agro

O Brasil teve um ano de destaque no direito ambiental e terá que ...

Produção de café deve atingir 55,7 milhões de sacas na safra de 2022

Os produtores de café deverão colher a terceira maior safra do grão neste ...

Produtores celebram colheita e resultados da primeira safra de Uvas em Guarapari

Sandra Butke, em suas parreiras no início da produção. Para diversos produtores rurais ...

Ceasa-ES orienta produtores sobre armazenamento adequado de alimentos

A ação, que teve início na última quinta-feira (13) e tem previsão de ...