Frio fora de época deixa a temperatura baixa e há risco de geada

Desde o final da semana passada, o cobertor voltou a ser destaque, neste frio fora de época em áreas do Sul e Sudeste do Brasil. Uma massa de ar seco de origem polar derrubou a temperatura e os ventos frios ainda vão continuar influenciando boa parte destas Regiões nos próximos dias.

Sul

Nesta quarta-feira, a temperatura fica baixa em todo o Sul. A madrugada será fria nas serras gaúcha e catarinense. Mesmo assim, o sol aparece em quase toda a Região. No leste de Santa Catarina e do Paraná, a umidade que os ventos trazem do mar favorecem a formação de nuvens. Em Curitiba, a chuva acontece de forma fraca e em Florianópolis, a chuva cai moderada a qualquer hora do dia nestas capitais. Em Porto Alegre, a chuva será rápida.  

Risco de geada

Durante a semana, os ventos frios da massa polar ainda atuam sobre o Sul. A ausência de nuvens vai favorecer com que a temperatura caia de forma rápida e acentuada ao longo da noite e na madrugada. Por isso, entre quinta e sexta-feira, dias 5 e 6 de novembro, há risco de geada fraca nas áreas de serra do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Veja a indicação no mapa abaixo.

Sudeste

Os ventos frios também chegaram ao Sudeste do Brasil. Nesta quarta-feira, o frio será sentido, no sul e leste de São Paulo, sul de Minas, zona da mata mineira e no Rio De Janeiro. As madrugadas são frias nos trechos de serra. Nestas áreas, ainda há expectativa de chuva.

Na capital paulista, o amanhecer será frio, mas o sol aparece e chove rápido. Na cidade do Rio de Janeiro, chove de fraco a moderada intensidade a qualquer hora. No interior fluminense, a chuva cai forte. O excesso de nuvens, a chuva e o vento frio deixam a temperatura baixa, nas áreas de serra entre São Paulo, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro

No Espírito Santo e em Minas Gerais, as áreas de instabilidade se espalham e o tempo fica mais carregado e instável nesta quarta-feira. Chove a qualquer hora do dia  O risco de temporal é alto no norte mineiro. 

Quando o frio diminui ?

A partir do fim de semana, a tendência é que o ar frio perca força no Sul e Sudeste, principalmente nas áreas de serra. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, outro fator importante a ser ressaltado para estes próximos dias é o retorno dos nevoeiros. Há condição favorável para a formação deste fnômeno, especialmente na faixa leste destas Regiões também por conta da ausência de nebulosidade significativa, pouco vento e do resfriamento noturno.

Fonte: Clima Tempo

Últimas notícias

Premiação distribui R$ 130 mil para os produtores dos melhores cafés do Espírito Santo

Fotos: Sidney Dalvi e Hélio Filho/Secom Os melhores cafés especiais capixabas foram eleitos ...

Pecuária de leite vive incertezas com o futuro da pandemia

A reunião de conjuntura de novembro do Centro de Inteligência do Leite da ...

Valor de mercado de defensivos aplicados deverá cair 11,8% em 2020

O mercado de defensivos agrícolas deve ter redução de 11,8% no valor em ...

Programa de aprendizagem rural é homenageado pelo Instituto Innovare

Fotos: Junio Nunes O Programa de Aprendizagem Profissional Rural foi homenageado na 17ª ...

Novo surto de gafanhotos é monitorado por governo do Rio Grande do Sul

Foto: Senasa Julio Huber Um novo surto de gafanhotos identificado pelo Serviço Nacional ...