Governo estabelece critérios para a criação de Polos de Agricultura Irrigada

O governo federal, por meio de portaria publicada na última quarta-feira (12), estabeleceu critérios para a criação de Polos de Agricultura Irrigada como parte das ações de implementação da Política Nacional de Irrigação e de incentivo ao desenvolvimento regional. 

Por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a portaria trouxe como definição de Polo de Agricultura Irrigada os aglomerados agrícolas onde a produção irrigada está presente e que tenha potencial de expansão. Entre os critérios, está a disponibilidade da água e do solo. 

A pasta já reconheceu quatro Polos Nacionais no Brasil que fazem parte da iniciativa. Um deles está no Rio Grande do Sul, conhecido como Polo de Agricultura Irrigada da Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria. 

A portaria também orienta sobre os requisitos para a seleção prévia de um Polo de Agricultura Irrigada, como organização social presente, potencial de aprofundamento tecnológico e potencial de inovação, entre outros. 

Outra determinação da portaria nº. 2.154/2020 é a sequência de etapas de desenvolvimento das iniciativas dos Polos e as características do Grupo Gestor, que vai acompanhar os projetos.

Fonte: Brasil 61

Últimas notícias

Palestra aborda tendências inovadoras para o turismo das montanhas capixabas

A pandemia trouxe diversas mudanças no comportamento do consumidor e todos os setores ...

Laboratório de leite do Idaf recebe credenciamento oficial

Após anos de trabalho e dedicação, o Laboratório de Análise da Qualidade do ...

Apenas três municípios do Espírito Santo estão em risco amarelo no Mapa Covid-19

O Governo do Estado anunciou, ontem (18), o 23º Mapa de Risco Covid-19, ...

Demanda de frete rodoviário no agronegócio tem incremento de mais de 10%

Segundo o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), a demanda por frete ...

Preço do arroz deve permanecer entre R$ 5 e R$ 7 até março do ano que vem

Um dos alimentos mais consumidos na mesa dos brasileiros sofreu um aumento de ...