Governo reduz taxas de juros nos financiamentos do Funcafé

A alteração dos valores faz parte das medidas do Plano Safra 2020/2021, anunciado nesta semana

A partir de 1° de julho, as taxas de juros dos financiamentos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) serão reduzidas. 

Os valores das linhas de crédito destinadas ao custeio, comercialização e Financiamento para Aquisição de Café (FAC) para cooperativas passam de 7% para 6% ao ano. Já os financiamentos de capital de giro e FAC para indústria e exportadores recua dos atuais 9,5%para 7,5%.

A alteração dos valores das taxas de juros faz parte das medidas do Plano Safra 2020/2021, anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro e pela ministra Tereza Cristina, na última quarta-feira (17),em Brasília. A norma está publicada na Resolução N° 4.827 do Banco Central.

De acordo com Sílvio Farnese, diretor de Comercialização e Abastecimento, da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a redução nas taxas de juros permitirá melhoria na rentabilidade financeira do setor, importante nesse momento de colheita e comercialização.

“Desta forma,o cafeicultor terá facilidade de acesso ao crédito tanto para as despesas nessa fase, como para facilitar o carregamento da produção ao longo do ano”, explica Farnese.

Fonte: Mapa

Últimas notícias

Edição 2020 da Corrida e Caminhada do Café será virtual

Atletas podem enviar registros de corridas em qualquer lugar para a organização do ...

Clima em setembro preocupa produtores de tomate estaqueado

O plantio do tomate estaqueado, ou tomate de mesa, já foi realizado nas ...

Egípcios exportam alho ao Brasil

Brasil abriu seu mercado de alho para o Egito no ano passado e ...

Biofortificação aumenta em 16 vezes o teor de zinco nas folhas de alface

Aplicação de fertilizante de baixo custo também pode fortalecer a renda do produtor  ...

Acerola é um dos alimentos mais ricos em vitamina C

Fruta pequena de cor vermelha e formato arredondado, a acerola tem um sabor ...