Guaçuí assina termo de adesão ao Projeto Compra Direta de Alimentos

Assim como aconteceu na implantação do CDA, em Guaçuí, no sul capixaba, em 2018 e 2019, o município foi selecionado, mais uma vez, por meio de edital de seleção, da Setades

Foi assinado, na tarde desta quarta-feira (29), o Termo de Adesão a mais uma edição do Projeto Compra Direta de Alimentos (CDA), em Guaçuí, no sul capixaba, numa parceria entre a Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) e a prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos, Trabalho e Renda (Semasdh), com apoio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semag). A solenidade aconteceu na sede do Centro de Convivência da Terceira Idade, com a presença de autoridades, agricultores familiares e representantes de instituições que também serão beneficiadas pelo projeto.

Assim como aconteceu na implantação do CDA, em Guaçuí, em 2018 e 2019, o município foi selecionado por meio de edital de seleção, da Setades, diante dos resultados apresentados nos anos anteriores que confirmaram o projeto técnico aprovado para receber recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcop). O total de recursos recebidos, agora, será de R$ 143 mil, acima dos R$ 97.500,00, da edição passada, que será usado para a compra de produtos de 22 agricultores familiares de Guaçuí selecionados por meio de Chamada Pública que ainda será realizada.

Estes produtos irão para cestas verdes que serão distribuídas para 70 famílias referenciadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), com perfil de extrema pobreza. Também receberão cestas o Lar dos Idosos “Frederico Ozanan”, a Associação Beneficente Dias Melhores (ABdM), o Abrigo Institucional Silvia Riva do Carmo (Casa Lar) e a Santa Casa de Guaçuí. O CDA faz parte da iniciativa do Programa de Segurança Alimentar e Nutricional que oferece incentivo ao poder público, para apoio financeiro à Agricultura Familiar. Ao mesmo tempo, promove o hábito da alimentação saudável junto à população beneficiária.

QUALIDADE – A secretária municipal de Assistência Social, Adriana Peixoto, lembrou que trabalhou na elaboração do projeto técnico que resultou na seleção de Guaçuí para sua primeira participação no CDA, em 2018 e 2019. “Estou muito feliz, porque é um projeto que traz benefícios para as famílias que precisam e os agricultores que fornecem produtos de qualidade, o que ajudou muito a sermos selecionados de novo”, enfatizou.

Isso foi complementado pelo presidente da Câmara de Guaçuí, vereador Angelo Moreira, que elogiou a iniciativa do Governo do Estado em valorizar a agricultura familiar. “Esse povo que vive da terra e que vai atender famílias que precisam”, disse.

E esses agricultores tão elogiados pelo trabalho realizado e qualidade dos produtos oferecidos foram representados pela agricultora Isabel Rodrigues Barbosa. Ela cultiva produtos orgânicos em São Pedro de Rates, distrito de Guaçui, e contou que o projeto é muito importante, porque produzia, mas não tinhq mercado certo e nem preço justo antes. “O CDA nos proporcionou renda e perspectiva de comercialização e, quando vemos quem recebe nossos produtos, traz muita alegria também, porque estamos ajudando a melhorar a alimentação dessas pessoas”, relatou. “O governo que investe nisso investe menos em saúde, por isso, devem ser feitos mais projetos nesse sentido, porque resulta numa população saudável e nós podermos viver do campo, morar no campo, e tudo isso traz desenvolvimento ao nosso município”, completou.

A secretaria estadual de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social, Cintia Grilo, que estava presente, elogiou o empenho dos servidores de Guaçuí, que compõem o Sistema Único de Assistência Social (Suas), para que o CDA aconteça. “E como o município executou um excelente trabalho, com uma grande parceria dos produtores, vamos poder atender a mais agricultores que colocam um excelente produto na mesa das pessoas”, disse, destacando a importante parceria com as Secretarias Municipais de Agricultura e o Incaper, para a realização do projeto. “Precisamos fortalecer o CDA e equipes, além de produtores, e nessa edição serão investidos um total de R$ 4 milhões que serão direcionados para a compra de produtos de 615 agricultores que irão atender famílias e entidades parceiras, com 991 toneladas de alimentos minimamente processados”, completou, destacando que um estudo de nível nacional apontou que os produtos da agricultura familiar do Espírito Santo são os de maior qualidade no Brasil.

Já a prefeita de Guaçuí, Vera Costa, agradeceu ao trabalho realizado pelos agricultores do município “que fizeram o projeto dar certo, porque confiaram no município e no estado”. “O pessoal da assistência social tem feito um grande trabalho e muitas pessoas foram e vão ser beneficiadas, porque serão mais famílias e instituições, com a inclusão da Santa Casa e da Casa Lar, neste projeto que é muito importante, porque valoriza a agricultura familiar”, destacou, lembrando que a Prefeitura também investiu na Feira do Produtor e comprou cestas básicas de proteínas, com recursos do Ministério da Cidadania.

Segundo Vera, o importante é ver que, mesmo na crise, Guaçuí está crescendo, bastando olhar para trás e ver o que foi feito de bom até agora pela administração municipal, com obras sendo inauguradas, algumas em parceria com o Governo do Estado, inclusive, mesmo depois de muitas perdas de recursos e queda na arrecadação. “Ser gestor hoje não está sendo fácil e existem aquelas pessoas que aproveitam para espalhar mentiras, por isso, peço que as pessoas acessem os meios de comunicação oficiais e não se deixem levar por notícias falsas”, concluiu a prefeita.

Também estavam presentes a secretária municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar, Carlinda Loyola, os vereadores Paulinho do Vitalino, Cícero, Licinho e Zé Ruim, além de representantes das instituições beneficiadas, do Incaper e agricultores familiares que participaram da edição passada do CDA.

Fonte: Prefeitura Municipal de Guaçuí

Últimas notícias

Alerta para nova praga em plantações de soja no Brasil

Uma nova praga com elevada capacidade destrutiva foi detectada nas plantações de soja ...

Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) será liberado no dia 17

Foto: Julio Huber A liberação para emissão do Certificado de Cadastro de Imóvel ...

Preço do café arábica cai e do conilon se mantém firme

Julio Huber Após 14 dias de alta, o preço do café arábica começou ...

Mais pontos de paradas para caminhoneiros são certificados

O Ministério da Infraestrutura certificou mais nove postos de combustível como pontos de ...

Comissão interministerial define atividades de pesquisa e conservação marinha

No fim do mês passado, a Comissão Interministerial para os Recursos do Mar ...