Leilão de produtos agropecuários a terceiros da Conab garante segurança e menor custo

Comprar, vender ou trocar produtos e insumos do setor agropecuário por meio de leilões para terceiros, serviço oferecido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), é mais seguro, tem menor custo e prazo compatível com o mercado. Este serviço está disponível há mais de duas décadas, mas neste ano a Conab entrou mais ativamente no mercado, após a atualização do regulamento para comercialização de produtos para terceiros.

A Conab oferece o serviço de comercialização tanto para o setor público quanto para a iniciativa privada. Há negociação de produtos no âmbito dos órgãos públicos, que fazem acordos de cooperação para execução dos leilões, e para produtores rurais, que podem ofertar seus produtos ou adquirir insumos e produtos por meio do sistema de comercialização eletrônica.

O novo regulamento, aprovado em dezembro de 2019, estabelece que, se uma das partes não cumprir as regras do leilão, incluindo não pagamento da compra e não entrega do produto nas condições estabelecidas, será multada pela Conab no valor de 5% da operação, terá o nome incluído no cadastro de inadimplentes do governo federal e ficará impedida de participar de outros certames promovidos pela Companhia. “Isso é uma garantia para quem compra e para quem vende”, afirma Elias Carvalho de Camargos, gerente de Comercialização de Estoques da Conab.

O sistema de leilões da Companhia é virtual e oferece capilaridade de mercado em todo o território nacional, com capacidade para alavancar as negociações de produtos e insumos do setor agropecuário, levando em consideração a lei da oferta e da procura. O serviço da Conab também não tem custo para lançamento dos editais.

CAFÉ E RAÇÃO – A Conab realizou neste ano leilões para o Ministério da Justiça e para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), conseguindo êxito nessas operações. No caso da Embrapa, a ação da Companhia resultou em um ganho médio de 52,2% em relação ao inicialmente ofertado pelos lotes de café.

Para o Ministério da Justiça, a Companhia promoveu o leilão de aproximadamente 29,8 toneladas de ração para cães e gatos de diversas marcas. O produto foi apreendido por forças policiais no Acre.

Nos últimos três anos, o sistema eletrônico de comercialização da Conab foi utilizado por terceiros que negociaram cerca de 6,4 mil toneladas de produtos, proporcionado um ganho superior a R$ 411 mil. Foram ofertados produtos como milho, café, soja, trigo e sorgo. No ano passado, o café obteve um ganho médio de 196% de ágio.

Interessados em conhecer os leilões para terceiros podem acessar o regulamento ou entrar em contato com a Gerência de Comercialização de Estoques pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (61) 3312.6057 ou ainda procurar a superintendência regional da Companhia no estado.

Fonte: Conab

Últimas notícias

Sustentabilidade no agronegócio é tema de webinar

Nesta quarta-feira (23), o Webinar BW TALKS recebe dois especialistas no agronegócio para tratar da ...

Agrofloresta diversifica produção e gera mais renda para a Agricultura Familiar

Sistema permite colheita o ano todo de diferentes culturas alimentares, enquanto produtor aguarda ...

Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha abre inscrições para as provas de velocidade

Haras Raphaela, em Tietê (SP), sediará competições do Quarto de Milha em quatro ...

Brasil exporta primeira carga de melão para China após acordo bilateral

Esta é a primeira fruta fresca brasileira exportada para o mercado chinês A ...

Edição 2020 da Corrida e Caminhada do Café será virtual

Atletas podem enviar registros de corridas em qualquer lugar para a organização do ...