Maturação tardia reduzirá projeção do café para 57 milhões de sacas, segundo AgroEasy

O Consórcio Pesquisa do Café divulgou relatório da safra de café deste ano, com base em levantamento de janeiro, e deixou uma porta aberta para revisões. E esta deverá ocorrer na produção projetada anteriormente.

De 60 milhões de sacas, ao menos até julho a estimativa deverá ser cortada para 57 milhões, acredita Jânio Zeferino, analista.

“A maturação está atrasada pelas chuvas e ainda não se sabe como as árvores vão se comportar o inverno”, diz o CEO da AgroEasy.

Oficialmente a colheita começa o mês que vem. Ainda assim seria uma safra boa, de colheita tardia, e com risco de amadurecimento de uma vez que propicie “muito café de chão, prejudicando a qualidade”.

Pelas informações divulgadas, o tipo arábica sairá com 45 milhões de sacas.

Os outros dados do Consórcio, liderado pela Embrapa Café, falam em produtividade média de 30 sacas do arábica e de 40 do tipo robusta – ambas que devem cair também – num total de 1,885 milhão de hectares, respectivamente 1,514 milhão/ha e 371,1 mil.

Fonte: Money Times

Últimas notícias

Palestra aborda tendências inovadoras para o turismo das montanhas capixabas

A pandemia trouxe diversas mudanças no comportamento do consumidor e todos os setores ...

Laboratório de leite do Idaf recebe credenciamento oficial

Após anos de trabalho e dedicação, o Laboratório de Análise da Qualidade do ...

Apenas três municípios do Espírito Santo estão em risco amarelo no Mapa Covid-19

O Governo do Estado anunciou, ontem (18), o 23º Mapa de Risco Covid-19, ...

Demanda de frete rodoviário no agronegócio tem incremento de mais de 10%

Segundo o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), a demanda por frete ...

Preço do arroz deve permanecer entre R$ 5 e R$ 7 até março do ano que vem

Um dos alimentos mais consumidos na mesa dos brasileiros sofreu um aumento de ...