Ministério da Agricultura registra 36% de aumento de cervejarias em 2019

Em 2019 o Brasil chegou a 1.209 cervejarias registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), distribuídas por 26 unidades da federação, um crescimento de 36% em relação a 2018. Somente no ano passado, 320 novas fábricas abriram no país, o que significa quase uma nova cervejaria por dia.

Os dados estão no Anuário da Cerveja 2019, publicado na última quinta-feira (12) pelo Mapa. A publicação traz estatísticas e dados do setor cervejeiro no Brasil. A maioria das cervejarias está localizada nos estados do Sul e Sudeste: 80% ficam nessas regiões. São Paulo tem o maior número de estabelecimentos (241), seguido pelo Rio Grande do Sul (236) e por Minas Gerais (163). No Espírito Santo, o total de cervejarias dobrou entre 2018 e 2019, passando de 17 para 34.

Apesar da concentração no Sul e Sudeste, estados do Nordeste têm apresentado, nos últimos anos, crescimento expressivo do número de estabelecimentos, entre eles Bahia, Alagoas e Rio Grande do Norte. O Acre não possui cervejarias registradas no Mapa.

PRODUTOS – O anuário mostra ainda a distribuição das cervejarias entre os municípios brasileiros. Em 2019, as fábricas chegaram a 580 municípios. Eram 400 em 2017 e 479 em 2018. Sorocaba (SP) foi o município com maior crescimento do número de cervejarias entre 2017 e 2019 – 485%. Porto Alegre tem o maior número de estabelecimentos: 39.

O crescimento do número de cervejarias no país, nos últimos 20 anos, tem sido constante. A média de crescimento nesse período foi de 19,6%. Nos últimos cinco anos, esse índice foi de 36,4%.

Quanto aos produtos, a cerveja segue como a bebida mais registrada no país, com 27.329 rótulos, o que representa 28,5% de todos os produtos cadastrados no Mapa (95.794). Em média cada estabelecimento tem 22 registros.

FISCALIZAÇÃO – A fiscalização federal agropecuária, desempenhada pelo Mapa em cervejarias e demais indústrias de bebidas, tem por objetivo verificar as condições tecnológicas e higiênico-sanitárias dos estabelecimentos produtores. O processo de regularização de uma empresa junto ao Mapa inicia-se com a concessão do registro do estabelecimento, o que o habilita a funcionar e comercializar seus produtos.

Durante o processo de registro são solicitados documentos comprobatórios da habilitação para o funcionamento da empresa e é realizada vistoria prévia com o objetivo de verificar as instalações e os possíveis riscos apresentados pelas atividades ali desempenhadas.

Veja aqui o Anuário da Cerveja 2019!

Fonte: Mapa

Últimas notícias

Palestra aborda tendências inovadoras para o turismo das montanhas capixabas

A pandemia trouxe diversas mudanças no comportamento do consumidor e todos os setores ...

Laboratório de leite do Idaf recebe credenciamento oficial

Após anos de trabalho e dedicação, o Laboratório de Análise da Qualidade do ...

Apenas três municípios do Espírito Santo estão em risco amarelo no Mapa Covid-19

O Governo do Estado anunciou, ontem (18), o 23º Mapa de Risco Covid-19, ...

Demanda de frete rodoviário no agronegócio tem incremento de mais de 10%

Segundo o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), a demanda por frete ...

Preço do arroz deve permanecer entre R$ 5 e R$ 7 até março do ano que vem

Um dos alimentos mais consumidos na mesa dos brasileiros sofreu um aumento de ...