Municípios capixabas ficam de fora de e-book ‘Cafés Especiais Capixabas’, lançado pela Setur

Um material lançado com o intuito de divulgar os cafés especiais capixabas está gerando reclamações em grupos de WhatsApp. O e-book “Cafés Especiais Capixabas”, lançado pela Secretaria de Turismo (Setur) do Espírito Santo, conta com empreendimentos de 14 municípios, mas algumas importantes cidades ficaram de fora.

Domingos Martins, Afonso Cláudio e Brejetuba, que se destacam na produção de cafés arábicas especiais, entre outros municípios, não foram inseridos no material. Rapidamente produtores e empresários envolvidos no setor da cafeicultura e do agroturismo capixaba questionaram os motivos de muitos municípios não terem sido citados.

Continua após o anúncio

Em alguns dos 14 municípios que constam no material de divulgação, há apenas um ou dois cafés especiais, sendo que há inúmeros produtores nas cidades citadas. Nas marcas citadas no e-book, ao clicar na imagem ou no nome, o leitor é direcionado às redes sociais das marcas.

De acordo com a Setur, o material foi produzido “atendendo à demanda das operadoras e agências de turismo. O objetivo é informar tanto os turistas quanto os agentes de viagens sobre estes espaços para que pacotes de viagens sejam formatados”.

O secretário de Estado de Turismo, Fernando Rocha, destacou que o Espírito Santo recebeu essa demanda dos agentes de viagem do Sul do país, durante a Feira de Negócios Turísticos (UGART) do ano passado. “Na edição deste ano, que aconteceu agora em março, já entregamos este material que é um guia para os agentes de viagem formatarem pacotes de viagem para o turista buscar informações”, destaca o secretário.

Sobre os questionamentos feitos pelos produtores, a Setur informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que encaminhou às secretarias municipais de turismo, no dia 5 de novembro do último ano, o formulário solicitando as informações sobre as propriedades que possuem cafés especiais e que estão abertas a receberem turistas, sendo que o prazo para envio de resposta se encerrou no último dia 07 de março.

“Informamos ainda que foram recebidas informações de 14 municípios capixabas e o material será atualizado no segundo semestre. A orientação é de que o empreendimento procure a Secretaria de Turismo de seu município e solicite o envio das informações para a Setur”, destacou a nota da assessoria de imprensa.

A secretária de Cultura e Turismo de Domingos Martins, Rejane Entringer, informou que foi realizado contato com produtores de café especial do município, por meio do WhatsApp, mas apenas um cafeicultor enviou informações até a data estipulada.

“Apesar de tentarmos, mas não tivemos retorno dos produtores, infelizmente. Outro produtor informou que também enviou as informações diretamente para a Setur, mas não entrou no e-book. Estamos buscando informações para saber o que houve para que os dois produtores não fossem incluídos no material”, enfatizou.

O Espírito Santo é o segundo maior produtor brasileiro de café. A produção de cafés especiais atrai para o território capixaba além de compradores, turistas que querem conhecer as técnicas de plantio, colheita, tipos e sabores. O material pode ser usado on-line e off-line, no celular, e por meio de links possibilita acessar sites e páginas de redes sociais dos empreendimentos, além da localização de cada um. Clique aqui e veja o e-book.

Últimas notícias

Confirmada: 11ª Feira de Negócios Coocafé será presencial

Um dos principais eventos realizados para o cooperado Coocafé é a Feira de ...

Alunos aprendem, na prática, como vacinar o rebanho

Mais uma ação do projeto “Vai pra Roça” foi realizada em São Gabriel ...

Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

Uma novidade foi lançada pela Companhia Nacional de Abastecimento  (Conab) para os pecuaristas ...

Alysson Paolinelli, indicado ao Nobel da Paz, participará da Feira de Agronegócios da Cooabriel

Indicado ao prêmio Nobel da Paz em 2021, o ex-ministro e professor Alysson ...

Prazo para vacinar animais de 0 a 2 anos contra febre aftosa está acabando

A vacinação de bovinos e bubalinos acontece até o dia 31 de maio ...