Operação da Polícia Ambiental identifica crimes ambientais em Santa Teresa

A Polícia Militar do Espírito Santo, por meio do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), juntamente com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), realizou a Operação Curupira II, no município de Santa Teresa, durante o dia de ontem (19).

A ação tinha como objetivo fiscalizar 12 pontos alvos de denúncias de desmatamento da mata atlântica na região. O comandante do BPMA, tenente-coronel Cosme Carlos da Silva e o gerente regional, André Luiz Oliveira Cirqueira, estiveram presentes na ação. Participaram 22 policiais do BPMA e oito viaturas, além dos agentes do Idaf. A ação contou com o apoio do Comando de Operações Táticas em Mata Atlântica (COTAMA).

Pela manhã, na localidade Santo Anselmo, os policiais flagram uma área desmatada que soma 15 mil metros quadrados. A região é de Área de Proteção Permanente (APP), tendo em vista a existência de uma nascente na local. Há indícios de parcelamento irregular do solo, com o indicativo de ser um loteamento irregular.

A operação também ocorreu em Córrego Sujo e Tabocas, e foram identificados um total de três supressões de vegetação nativa – em sua maioria em estágio médio de regeneração -, somando aproximadamente 22 mil metros quadrados, dois intervenções em APP, uma construção de poço escavado com afloramento de lençol freático e início de queima de vegetação nativa que foram dispostas em leiras.

“O BPMA continuará intensificando a fiscalização ambiental, de modo a contribuir para um meio ambiente ecologicamente equilibrado e no bem estar das gerações de hoje e do futuro. O cidadão pode realizar a denúncia anônima de crimes ambientais através do número 181, ou pelo site (www.disquedenuncia181.es.gov.br)”, destacou o tenente-coronel. 

OPERAÇÃO CURUPIRA – Essa foi a segunda edição da operação, que visa inibir o desmatamento ilegal, o parcelamento irregular de solo e agressões ao meio ambiente, muitas vezes em decorrência do desenvolvimento urbano e turístico e sua consequente especulação imobiliária.

Na primeira edição, realizada no último dia 13 de maio, em Domingos Martins, a Polícia Militar fiscalizou 44 pontos, sendo duas barragens interditadas. Em um dos terrenos denunciados, uma máquina retroescavadeira foi encontrada no local, mas não estava sendo utilizada no momento. A operação leva o nome de Curupira, personagem folclórico brasileiro que era o protetor das matas.

Fonte: PMA

Últimas notícias

Lançamento da Ruraltures será nesta quinta-feira (07) em Venda Nova do Imigrante

Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem O Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau promoverá, amanhã ...

Sistema Cantareira opera em estado de alerta

Os últimos dias acenderam um alerta para o nível dos reservatórios que abastecem ...

Jovens agricultores participam de curso sobre formação de lideranças

Um dos pilares da Coordenadora Latino-americana e do Caribe de Pequenos Produtores e ...

Revista Negócio Rural vence prêmio de jornalismo de Pernambuco

O cooperativismo conecta pessoas e também histórias. Que similaridade poderia haver entre as ...

Serenata Italiana será no próximo sábado (09) em Venda Nova do Imigrante

Relembrar os costumes dos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Venda Nova do ...