PRAVALER é apresentado a municípios do Sul do Espírito Santo

Programa será lançado oficialmente no estado nesta quinta (9), em Linhares

O Programa Nacional de Regularização Ambiental Produtiva (PRAVALER) foi apresentado nesta semana a municípios do sul do Espírito Santo. Os encontros aconteceram na terça (7), em Cachoeiro do Itapemirim, e na quarta (8), em Jerônimo Monteiro, e reuniram também produtores e representantes de Muqui, Atílio Vivácqua e Rio Novo do Sul.

O objetivo dos encontros foi sensibilizar os parceiros locais que serão fundamentais para a realização do programa, que busca a recuperação ambiental produtiva nas propriedades rurais, sem deixar de gerar renda para o produtor. O PRAVALER será lançado oficialmente no estado nesta quinta (9), no município de Linhares.

O PRAVALER é desenvolvido, no nível nacional, em parceria entre o Sistema CNA/Senar a Embrapa e o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), contando com apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ).

Regionalmente, a ação será coordenada pelo Sistema FAES/Senar, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), além de universidades, secretarias municipais, sindicatos rurais e outras parcerias que serão mapeadas nos municípios.

A ideia é implantar projetos piloto no Sul e no norte capixaba, onde serão desenvolvidas ações para viabilizar a regularização dos passivos ambientais dos produtores rurais e apoiar o estado na definição dos critérios do Programa de Regularização Ambiental (PRA).

“Essa ação que agora estamos desenvolvendo é fruto de um plano de ação que foi construído em oficina realizada em março passado, quando reunimos os principais parceiros vinculados ao processo de regularização ambiental e identificamos os gargalos que precisam ser resolvidos e as oportunidades que precisam ser aproveitadas para estimular a regularização ambiental das propriedades rurais, tudo isso construído a partir da convergência entre todos” destacou Cláudia Mendes, assessora técnica da CNA e integrante da coordenação nacional do PRAVALER.

“Os produtores precisam de apoio para se adequar e a convergência de todos vai possibilitar que seja um projeto duradouro com sustentabilidade e renda para o produtor rural”, completou Augusta Rosa Gonçalves, analista ambiental do ICMBio.

O foco é colocar à disposição dos produtores tecnologias viáveis de recuperação ambiental, com menor custo possível e com possibilidade de retorno econômico. Para isso, a participação da academia é fundamental e, por isso, professores e pesquisadores das universidades locais (UFES e IFES) são parceiros do PRAVALER.

“É um programa de grande valia e todos da região estão dispostos a colaborar”, destacou o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Rio Novo, André Barros.

As reuniões no estado foram mais uma etapa antes do lançamento do projeto.

Fonte: CNA

Últimas notícias

Lançamento da Ruraltures será nesta quinta-feira (07) em Venda Nova do Imigrante

Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem O Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau promoverá, amanhã ...

Sistema Cantareira opera em estado de alerta

Os últimos dias acenderam um alerta para o nível dos reservatórios que abastecem ...

Jovens agricultores participam de curso sobre formação de lideranças

Um dos pilares da Coordenadora Latino-americana e do Caribe de Pequenos Produtores e ...

Revista Negócio Rural vence prêmio de jornalismo de Pernambuco

O cooperativismo conecta pessoas e também histórias. Que similaridade poderia haver entre as ...

Serenata Italiana será no próximo sábado (09) em Venda Nova do Imigrante

Relembrar os costumes dos primeiros imigrantes italianos que chegaram em Venda Nova do ...