Prevenção contra o coronavírus faz movimento na Ceasa cair mais de 20%

Foto: Ascom/Ceasa

Julio Huber

Desde que o governo do Estado adotou uma série de medidas com o intuito de prevenir a população capixaba do contágio do coronavírus (Covid-19), o movimento nas Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa/ES) caiu consideravelmente, e caí mais a cada dia.

Entre as medidas, está a proibição de pessoas com mais de 60 anos e de que possui doenças crônicas de frequentarem a Ceasa. Essas pessoas fazem parte do grupo de risco, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), com maior chance de mortes se infectadas com a doença.

De acordo com o diretor-presidente da Ceasa, Fernando Rocha, o movimento caiu cerca de 22%. Se comparado o número de veículos que entraram na Ceasa de Cariacica ontem (24), comparado com os números da terça-feira da semana anterior (17), ouve uma queda de 3.800 para 2.974 veículos, o que representa cerca de 22%.

“A Ceasa presta um serviço essencial e precisa funcionar, mas seguindo todas as recomendações das organizações de saúde. Logo que começaram as orientações para que os comércios fechassem, notamos um aumento nas compras, provavelmente provocado pela demanda dos supermercados. Mas, em seguida houve uma redução”, informou Fernando.

Segundo ele, apenas no final do mês é que será possível ter uma análise mais aprofundada sobre os impactos provocados pelas medidas contra o coronavírus. “O fechamento de restaurantes também interfere na redução do movimento. Vale lembrar que o setor agrícola foi afetado pelas chuvas no início do ano, o que também provocou queda no movimento nos dois primeiros meses do ano”, lembrou o presidente da Ceasa.

Frequentadores da Ceasa estão se conscientizando sobre o Coronavírus

Desde a última semana, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e de outros órgãos mundiais, está sendo feito um trabalho de conscientização na Ceasa de Cariacica. O Corpo de Bombeiros tem apoiado essa ação junto aos produtores e compradores.

O objetivo é reduzir ao máximo a aglomeração e circulação de pessoas nas dependências administrativas da Ceasa e prevenir a proliferação do novo coronavírus. Desde a última segunda-feira (23), uma série de medidas para o atendimento ao público e sobre o funcionamento administrativo da Ceasa está sendo tomada pelo presidente Fernando Rocha.

Além das ações adotadas, a Ceasa também determinou que as empresas prestadoras de serviço terceirizado cumpram as orientações de higienização e a forneçam equipamentos de proteção individual aos funcionários. De acordo com Fernando Rocha, as medidas adotadas pela equipe da Ceasa estão surtindo efeito.

“No início notamos resistência dos produtores em obedecerem as recomendações.  Hoje, circulando as dependências da Ceasa, fiquei feliz ao ver que pessoas jovens estão vindo no lugar de pais e avós. Também notamos uma redução de pessoas em cada veículo, que antes era de duas ou três, e hoje vimos apenas uma pessoa, na maioria dos veículos”, informou Fernando.

Segundo o presidente da Ceasa, caso alguém apresente sintomas do coronavírus, a recomendação é que sigam as orientações dos órgãos de saúde e procurem atendimentos. “Temos dialogado com representes dos carregadores, dos produtores e dos permissionários, e a cada dia as ações são reavaliadas”, concluiu.

Confira as orientações e determinações:

  • Servidores trabalharão de forma alternada nas modalidades presencial e remoto, de acordo com o Decreto 4604-R; os trabalhos administrativos internos serão executados de 12h às 16h, e pela manhã estarão em à disposição até novas deliberações sobre o controle da pandemia do Covid-19;
  • Servidores do Mercado trabalharão pela manhã, em regime alternado;
  • Poderá ser adotado o regime de rodízio de servidores, reduzindo a circulação e evitando a aglomeração de pessoas, conforme os termos do artigo 1º, do Decreto n.º 4.601-R/2020.
  • Os atendimentos ao público na sala Gerência de Mercado deverão ser realizados externamente por meio de seu portão de acesso;
  • Servidores com duas férias vencidas entram em regime de férias, a partir da data do dia 23 de março de 2020;
  • Servidores com dias de férias suspensos deverão cumprir os dias restantes, dentro da possibilidade de funcionamento mínimo essencial do setor administrativo, de acordo com a orientação da Diretoria Financeira (DIAFI), em acordo com as gerências;
  • Os servidores do mercado deverão adotar todas as medidas necessárias de proteção individual como: uso de máscara, luvas e higienização com álcool.
  • Será concedido recesso aos estagiários no período de 23/03 a 04/04/2020

Últimas notícias

Luta contra gafanhotos devoradores passa de 170 dias na Argentina

Em 11 de maio deste ano, o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade ...

Encontros definirão “marca turística” que caracterizará a região de montanhas

Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem Julio Huber Com o objetivo de desenvolver uma marca ...

Setor do trigo debate perspectivas para 2021

Em um formato inédito, a Abitrigo promoveu, na última semana, a 27ª edição ...

Controle de plantas aquáticas será feito com tecnologia de última geração pela Itaipu

Fotos: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional A Itaipu Binacional vai modernizar o monitoramento do reservatório ...

Apreendidos 19 pássaros da fauna silvestre brasileira em Itapemirim

Foto: PMA Uma equipe de policiais da 4ª Companhia de Batalhão de Polícia ...