Proagro tem taxas elevadas a partir de hoje (1º)

O Conselho Monetário Nacional (CMN) alterou as alíquotas para contratação do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) na safra 2020/21. As novas taxas passam a valer a partir desta quarta-feira (1º). 

Na modalidade Proagro Mais, destinado a produtores familiares com contratos de custeio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), as alíquotas oscilaram de um intervalo 3% a 6% na safra 2019/2020 para um intervalo entre 3% e 7,5% nesta safra. Para cultura de inverno, entre elas trigo, canola, aveia e cevada, a taxa para a safra 2020/21 vai ser de 7%. Para as primeiras safras de milho e soja a alíquota vai ficar em 3,8%.

No Proagro Tradicional, destinado a agricultores de maior porte, as alíquotas passam de um intervalo entre 4% e 6,5%, na safra anterior, para um intervalo que varia 4% e 8,5%. O trigo foi a commodity que teve o maior aumento nesta modalidade, passando de 6,5% para 8,5%.

O Proagro é um programa do governo federal que visa proteger o crédito do produtor rural em caso de fenômenos naturais, pragas e doenças.

Fonte: Brasil 61

Últimas notícias

Especialista diz que mercado financeiro precisa acompanhar crescimento do agronegócio

Um levantamento feito em 2021 pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil ...

Tema da Semana Internacional do Café 2021 é “retomar, reencontrar, reconectar”

Depois de uma edição 100% digital histórica em 2020, a Semana Internacional do ...

Especialistas irão falar sobre a onda de títulos verdes no Brasil

A nova onda de títulos verdes que se espalha pelo setor do agro ...

Programa de treinamento para mulheres em café é lançado no Espírito Santo

Começou, na última terça-feira (19), o primeiro curso do Programa de Treinamento em ...