Produção industrial tem a maior queda desde 2002

Em março deste ano, a produção da indústria brasileira teve o pior resultado para o mês desde 2002. Foi registrada queda de 9,1% em relação a fevereiro, por conta da pandemia do coronavírus. Uma retração assim não era registrada desde a greve dos caminhoneiros de maio de 2018.

Com cinco resultados negativos seguidos, a produção industrial já acumula queda de 1,7% neste ano. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor industrial mais impactado foi o de veículos automotores, reboques e carrocerias, que teve queda de 28% na produção de fevereiro para março.

De acordo com o IBGE, essa é a primeira vez em oito anos que é registrada queda em todas as 15 localidades pesquisadas pelo instituto. O estado de São Paulo, que concentra mais de 1/3 da indústria nacional teve queda de 5,4% em março, puxando os índices nacionais. 

Já Rio Grande do Sul e Santa Catarina, apesar de terem uma parcela menor da indústria, tiveram retrações maiores na produção: de 20,1% e 17,9% respectivamente. A maior queda registrada foi no Ceará: 21,8%.

Texto: Daniel Marques/Agência do Rádio Mais

Últimas notícias

Estudantes realizam ação de reflorestamento em Colatina

A atividade foi coordenada pelo Núcleo de Educação Ambiental e Agroecologia Estudantes e ...

Simpósio Nacional de Girassol em formato digital

A Embrapa Soja promove a 23ª Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol (RNPG) e ...

Idaf tem trabalho aprovado em Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

O encontro é organizado pela Ufes em parceria com o Iema O Instituto ...

Ifes abre inscrições para mestrado em Agroecologia

São ofertadas 12 vagas e o início das aulas está previsto para março ...

Laboratório de aquicultura marinha fortalecerá pesquisas no país

Visão em 3D do projeto do Lapimar Foram reiniciadas, esta semana, as obras ...