Produtor segura vendas e mercado de café do Brasil tem movimento reduzido, diz Cepea

O mercado de café arábica do Brasil tem verificado uma retração de vendedores desde o início da safra deste ano, com produtores segurando as vendas à espera de preços mais elevados, disse nesta terça-feira o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Segundo o órgão da Esalq/USP, o movimento vem resultando em baixos volumes de negociações do produto no mercado físico (“spot”) nacional, enquanto os agentes seguem atentos às entregas já programadas.

A última sexta-feira, disse o Cepea, foi uma exceção ao cenário recente, com os preços superando a marca de 500 reais por saca de 60 quilos, na esteira de um avanço na cotação internacional do produto e no valor do dólar.

“Essa reação atraiu vendedores ao mercado, e a quantidade de café negociada na data foi significativamente maior que a observada nos demais dias do mês… A alta, no entanto, não se sustentou”, afirmou em relatório.

A retração nas vendas ocorre após produtores terem comercializado boa parte da produção antecipadamente a preços melhores, com alguns negócios saindo a 600 reais por saca, em alguns casos.

Na segunda-feira (20), o indicador Cepea/Esalq do café fechou em 495,50 reais por saca.

Fonte: Reuters

Últimas notícias

Preço do leite ao produtor sobe, mas custos de produção reduzem margens

O preço do leite recebido pelo produtor manteve a tendência de alta no ...

Estimativa de safra de café é reduzida pela Conab e próxima colheita preocupa

Foto: Julio Huber O país deverá produzir aproximadamente 46,9 milhões de sacas de ...

Deflagrada nova edição da Operação Mata Atlântica em Pé

Teve início ontem (20), a Operação Mata Atlântica em Pé, iniciativa voltada ao ...

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...