Produtores de algodão vão destinar R$ 500 mil para o combate ao coronavírus

Ao acompanhar com atenção os desdobramentos da pandemia do coronavírus (Covid-19) no Brasil, a diretoria da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) decidiu comprar materiais básicos para os atendimentos emergenciais dos profissionais de saúde nos hospitais da região e da população em geral.

Serão destinados R$ 500 mil, além de todo suporte das equipes de compras e logística da associação para a aquisição de máscaras, luvas, álcool gel, lençóis, toalhas ou outros itens que os municípios e hospitais da área de atuação da entidade julgarem necessários para a manutenção dos atendimentos nas próximas semanas.

A previsão das autoridades de saúde é que o pico da doença comece no início de abril, quando o sistema de saúde poderá ser sobrecarregado pela busca por atendimento das pessoas com os sintomas do coronavírus.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, explica que a ideia foi uma sugestão da médica e parceira da entidade de agricultores, Graça Melo, e prontamente já colocada em debate junto aos produtores membros da diretoria da entidade. “Este é o momento de dificuldade nunca visto, que trará impactos sociais e econômicos. Independente de tudo, é importante que estejamos todos juntos e unidos para vencer o coronavírus. Os produtores, como sempre, quando são chamados pela sociedade, estão prontos para contribuir. Neste momento, não seria diferente”, afirma.

A intermediadora da ação, a médica Graça Melo, disse que só resta aplaudir a atenção e o cuidado que os produtores da região têm demonstrado ao oeste baiano. “Além de gerar emprego e renda para a região com o trabalho no campo, eles estão atentos com um trabalho social bastante forte e que vem fazendo a diferença também na cidade contribuindo com projetos sociais e com a saúde e educação da nossa população”, afirma.

Durante este início da pandemia, preocupada com a vida dos seus profissionais, a Abapa determinou o isolamento social, em trabalho remoto e revezamento, além da suspensão de todos os cursos e eventos e qualquer outra atividade ligada à possibilidade de contágio da doença.

Fonte: Abapa

Últimas notícias

BSCA E Apex-Brasil renovam projeto de promoção internacional dos cafés especiais

Estruturado sobre os pilares de inteligência mercadológica, promoção interna e externa e consolidação ...

Exportações de carne suína registram maior volume mensal da história

As exportações brasileiras de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) ...

Governo lança nova modalidade de crédito privado para produtores rurais

Com apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e da ...

Novos preços mínimos para o café começam a valer até março de 2022

Foram publicados no Diário Oficial da União os novos valores de preços mínimos ...

Quarenta e dois municípios capixabas passam para risco extremo a partir de segunda-feira (12)

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (09), o 50º Mapa de Risco ...