R$ 200 milhões em crédito para produtores rurais capixabas

 O Governo do Espírito Santo anunciou, na manhã desta sexta-feira (24), a disponibilidade de R$ 200 milhões para financiamentos de crédito rural pelo Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes), no Plano Safra 2020/21. Os recursos são destinados para produtores rurais fortalecerem as atividades agrícolas já consolidadas, além de incentivar novas culturas e criações. O banco segue uma política de responsabilidade socioambiental para operações de crédito rural, bem como um checklist de regularidade. A instituição também leva em consideração os produtores acusados de trabalho escravo.

No Banestes, a safra de 2019/2020 foi fechada com o volume aplicado de R$ 190 milhões em crédito rural, distribuídos em 3.600 contratos. Como novidade para esta Safra, foram reduzidas as taxas de juros dos financiamentos nas modalidades de custeio agrícola e pecuário, para todos os portes de produtores, que passam a ser: 2,75% a.a. (ao ano) para Custeio Pronaf (pequeno produtor); 5,0% a.a. para Custeio Pronamp (médio produtor); e de 6,0% a.a. para custeio a demais produtores.

O crédito estará disponível para o financiamento de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas, aquisição de animais, renovação e implantação de lavouras, construção e reformas, aquisição de insumos, dentre outros.

O banco também possui importantes parcerias com empresas do mercado capixaba para financiamento de máquinas, equipamentos, peças e implementos agrícolas. As parcerias têm por objetivo assistir financeiramente os produtores rurais domiciliados no Espírito Santo e suas cooperativas, na aquisição de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas.

Na Safra 2019/2020, as parcerias promoveram liberação de R$ 4 milhões para estas finalidades. Para a nova Safra, que se encerrará em 30/06/2021, a expectativa é bastante positiva e prevê o financiamento de até 90% do valor do bem, com prazo de financiamento de até 60 meses e os encargos financeiros foram também reduzidos e serão a partir de 6,0% ao ano, conforme prazo e perfil da operação. 

COOPERAÇÃO TÉCNICA – Outra novidade para o Plano Safra 2020/2021 é a celebração do novo Convênio para Prestação de Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural para concessão de Crédito Rural entre o Banestes e o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A finalidade do convênio é a execução de programas de crédito rural conjugados com assistência técnica e extensão rural, elaboração de laudos de avaliações de bens e periciais, em conformidade com o Manual de Crédito Rural (MCR) e demais legislações e normas vigentes, sempre em consonância com os objetivos fixados pelos Governos Federal e Estadual.

Saiba mais sobre os produtos de Crédito Rural – condições vigentes até 30/06/2021:

  • Custeio agrícola e pecuário – PRONAF – Pequeno produtor
    Taxa: 2,75% a.a a 4,00% a.a
    Prazo: até 24 meses
  • Custeio agrícola e pecuário – PRONAMP – Médio Produtor
    Taxa: 5,00% a.a
    Prazo: até 24 meses
  • Custeio agrícola e pecuário – Demais produtores
    Taxa: 6,00% a.a
    Prazo: até 24 meses
  • Investimento agrícola e pecuário
    Taxa: de 6,00% a 8,00% a.a
    Prazo: até 60 meses

FUNSAF – A Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), em parceria com Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), lançou o 3º edital do Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar (Funsaf). Serão destinados R$ 3 milhões às ações que objetivam qualificar a estrutura produtiva das associações e cooperativas de agricultores familiares do Espírito Santo, por meio de apoio a projetos voltados para a produção, agroindustrialização, beneficiamento e comercialização dos empreendimentos.

Fonte: Governo do Estado

Últimas notícias

Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

Grupo avaliou amostras de chá de diferentes regiões do Brasil para definir 39 ...

Índia estabelece novas exigências para importação de 24 produtos vegetais

A exportação deve estar acompanhada por certificado oficial, atestando que os produtos não ...

Rota marítima pelo Pacífico pode reduzir custos de frete

Os agricultores que utilizam os portos do Arco Norte podem obter redução de ...

Região de Poços de Caldas investe em marca coletiva de café vulcânico

Poços de Caldas, no Sul de Minas, é destino de muitos turistas atraídos ...

Marco Legal das Startups é aprovado no Senado

Em 2021, a relação entre cooperativas e startups pode ser ainda mais estimulada ...